EditoriasNotícias Gerais

Ano Novo e suas celebrações ao redor do mundo

Esteja você viajando nas festas de final de ano para algum país estrangeiro ou em casa com a família e amigos, provavelmente uma tradição emocionante fará parte da sua celebração. Em todo o mundo, as diferentes culturas dão boas-vindas à mudança do calendário com costumes exclusivos próprios do Ano Novo.

As tradições comuns em todo o mundo incluem fogos de artifício, culinária típica, rituais simbólicos para atrair sorte e prosperidade, entre outras. Aqui estão algumas das tradições favoritas de Ano Novo em todo o mundo:

EUA

Nos Estados Unidos,o lançamento da icônica bola de cristal da Times Square, em Nova York, começa um minuto antes da meia-noite e é televisionado para vários países do mundo. O famoso evento foi organizado pela primeira vez em 1907, para saudar a chegada do ano de 1908. Atualmente dotado de grande tecnologia, a bola com mais de cinco toneladas é composta por mais de 2.500 triângulos de cristal e conta com iluminação de LED colorida, formando um impressionante efeito caleidoscópio.

Reunindo cerca de um milhão de pessoas neste ponto de maior referência de Manhattan, a festa é seguida por fogos de artifício, confetes, e um palco com convidados especiais, músicos, autoridades e um artista designado a interpretar a canção “Imagine”, de John Lennon, considerada o hino da paz.

Neste 2020/2021, a queda da bola do topo do One Times Square será um evento digital para poucos, contando apenas com um grupo limitado de homenageados presentes fisicamente, em respeito ao distanciamento social importante para conter o avanço da Covid-19.

Brasil
No Brasil, algumas celebrações características marcam o dia 31 de dezembro. Entre as de maior destaque estão: a Corrida de São Silvestre, evento que ocorre na cidade de São Paulo, reunindo atletas do mundo inteiro; o sorteio da Mega da Virada 20/21, que este ano entregará ao ganhador (ou ganhadores) um prêmio superior a R$ 300 milhões; e o Reveillon no Rio de Janeiro, com a tradicional queima de fogos de Copacabana.

* Excepcionalmente neste ano de pandemia, a festa da virada na Praia de Copacabana terá um formato diferente, sem queima de fogos. Apenas alguns palcos serão montados na orla carioca para shows sem acesso do público, que serão transmitidos online, pela TV e pelas redes sociais.

Vale destacar também a tradição dos brasileiros de pular sete ondas enquanto fazem os seus votos de sorte para o próximo ano. Na mesa de Ano Novo não pode faltar alimentos como lentilhas, uvas verdes e romã, que garantem abundância em todas as áreas da vida.

Austrália
Os australianos comemoram o Ano Novo com fogos de artifício à meia-noite em cidades e vilas de todo o país. Os fogos são lançados de pontes, como a Sydney Harbour Bridge, ao longo das praias e nas margens de rios, iluminando o céu e brilhando na água. É habitual, em anos normais, que as pessoas preparem cestas de piquenique e cheguem horas antes para conseguir os melhores pontos de visualização.

Japão
Desde 1873, o ano novo japonês é celebrado de acordo com o calendário gregoriano, em 1º de janeiro. À meia-noite de 31 de dezembro, os templos de todo o país tocam seus sinos 108 vezes, para remover simbolicamente os 108 pecados humanos na crença budista. Outro costume é fazer bolinhos de arroz glutinoso, conhecidos como “mochi”, para serem consumidos como primeira refeição de Ano Novo e atrair sorte e fartura.

Rússia
Como em muitas outras partes do mundo, o Ano Novo na Rússia é celebrado em 31 de dezembro / 1º de janeiro. Geralmente um feriado em família, as tradições incluem reunir-se para uma refeição tardia e assistir ao discurso pré-gravado do presidente do país na TV, que termina com o hino nacional à meia-noite. Além de festejos e brindes, as pessoas trocam presentes e assistem a fogos de artifício em comemoração. Devido ao fato das celebrações do Natal terem sido banidas durante a era soviética, os russos mudaram as tradições do feriado para o Ano Novo. As crianças são presenteadas pelo ’Ded Moroz’, o Papai Noel russo. A tradicional árvore decorada é considerada uma árvore de Ano Novo e permanece até o Natal Ortodoxo Russo, em 7 de janeiro.

Países que comemoram o Ano Novo em outras datas

Israel
Israel usa o calendário gregoriano, mas não celebra formalmente a passagem de ano em 31 de dezembro / 1º de janeiro. O Ano Novo judaico é celebrado durante o Rosh Hashanah, que ocorrerá apenas em 7 de setembro de 2021. A data do feriado muda a cada ano de acordo com o calendário hebraico lunisolar, que é usado principalmente para observâncias religiosas judaicas. Os costumes incluem tocar o shofar (um instrumento geralmente feito de chifre de carneiro) e comer alimentos simbólicos como os feitos com mel, que vêm de uma tradição judaica milenar para expressar a esperança por um doce ano novo.

China
Oficialmente, a China reconhece 1º de janeiro como o primeiro dia do ano. Mas culturalmente, o Ano Novo Chinês é baseado no calendário lunar e cada ano é comemorado em uma data diferente. Em 2021, será celebrado em 03 de fevereiro, como o “Ano do Boi”. Os preparativos para a festa têm início sete dias antes da celebração e incluem uma limpeza completa da casa, para varrer qualquer azar do ano anterior; e compra de decorações, presentes e roupas novas (especialmente para crianças). A festa é considerada o presságio do próximo ano. As celebrações de rua contam com o tradicional desfile de dragões e leões, que supostamente trazem boa sorte. A cabeça do leão é adornada com um espelho para que os espíritos malignos se assustem com seus próprios reflexos.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo