Notícias Regionais

Sistema de videomonitoramento de São Lourenço do Oeste

Dez câmeras instaladas em pontos estratégicos na cidade estão monitorando em caráter definitivo 24 horas por dia.

Entrou em funcionamento nesta segunda feira (08) o sistema de monitoramento urbano, que está operando com 10 câmeras estrategicamente espalhadas pela cidade, para ajudar a polícia a promover ações preventivas de segurança pública.

O ato de inauguração aconteceu na tarde desta segunda-feira (08), na sede da 5ª Companhia do 2º Batalhão da Policia Militar de Fronteira de SLO, com a presença de autoridades e lideranças estaduais e municipais, destacando o Secretário Adjunto da Segurança Pública Coronel Fernando Rodrigues de Menezes, comandante-geral da Polícia Militar, Coronel Valdemir Cabral, prefeito municipal Geraldino Cardoso e demais lideranças do município.

Esses equipamentos fazem parte do programa bem-te-vi, destina-se à ampliação e  fortalecimento dos projetos de parcerias entre municípios e estado, para aumentar a segurança das comunidades catarinenses.

Empregando tecnologias inovadoras, busca-se a atuação conjunta e integrada dos diversos órgãos municipais e estaduais executores das atividades de segurança: policias militar e civil, guardas municipais, agentes de trânsito e os órgãos locais de gestão e fiscalização urbana.

O videomonitoramento urbano é uma importante ferramenta de apoio ao policiamento e útil à gestão urbana. Agrega tecnologia e modernidade, caracterizando-se como meio eficaz para prevenção, repressão e investigação de delitos.

Com esta ferramenta, busca-se aumentar a vigilância sistemática sobre os espaços públicos, notadamente no centro das cidades, onde há forte concentração comercial e maior fluxo de pessoas e veículos, e onde as oportunidades para a prática de delitos são maiores e mais visíveis.

A câmera do videomonitoramento, como ferramenta de apoio à atividade do policiamento, torna-se um meio eficaz de dissuasão do delito, e também um meio válido para monitoramento do atendimento, propiciando intervenções e respostas mais rápidas, além de material probatório útil à investigação criminal.  

Este é um modelo de programa preventivo que está dando certo em Santa Catarina, que qualifica a segurança pública e integra as corporações, estando baseado em dois eixos fundamentais: parcerias e integração.

ai/UNO

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo