Notícias Gerais

SICREDI comemora 14 anos em SC com Programa Crescer e Pertencer

No mês de aniversário, cooperativa inicia encontros que buscam estimular os  seus “donos” a participar mais das decisões da instituição

Com o objetivo de aumentar o poder de decisão do associado, qualificar a participação e garantir a sustentabilidade da instituição financeira cooperativa, a Sicredi Sul SC implementará neste segundo semestre de 2013, os programas de relacionamento “Crescer” e “Pertencer”. Os encontros começam neste mês de julho, quando a cooperativa completa 14 anos de existência.

O Crescer e o Pertencer evoluíram de uma ação que já foi praticada no sistema, denominada “Organização do Quadro Social (OQS)”. A partir do OQS, percebeu-se a necessidade de oferecer ao associado formação e informação e estas duas demandas são atendidas com os programas. O Crescer forma e o Pertencer abre os espaços necessários para a troca de informações.

“O associado precisa entender que ele é dono do negócio. Sempre é válido lembrar aquela frase popular ‘o olho do dono faz o negócio crescer’. E quando a cooperativa cresce, todos crescem”, salienta o presidente da Sicredi Sul SC, Aloísio Westrup.

Programas Crescer e Pertencer

Em cinco anos, o Crescer já formou mais de 55 mil associados nas cooperativas integrantes do Sistema Sicredi. Na prática, o Crescer acontecerá em dois encontros de formação realizados com associados nas Unidades de Atendimento da Sicredi Sul SC. Nos encontros, eles buscarão compreender juntos o funcionamento das sociedades cooperativas, especialmente as cooperativas de crédito integrantes do Sicredi.

O Pertencer está baseado na premissa de que quanto maior a participação do associado, melhores os resultados. Essa participação acontecerá por meio de reuniões, assembleias de núcleo, assembleias gerais e eventos criados ao longo do ano pela Cooperativa, além do relacionamento diário na unidade de atendimento. Uma das principais novidades do Pertencer será a implementação do modelo de assembleias de núcleo.

14 anos de cooperação com o sul

A preocupação da Sicredi Sul SC em valorizar o relacionamento com seus associados está presente em todos os momentos da sua trajetória que completa 14 anos de existência no próximo dia 13 de julho. Neste mesmo dia em 1999, foi fundada a  Cooperativa de Crédito Mútuo dos Confeccionistas do Vestuário da Região Sul Catarinense – ACICREC. A ideia surge de um grupo de empresários associados da Associação Empresarial de Criciúma – ACIC, que detectaram a necessidade de um acesso a crédito com taxas mais acessíveis

De lá pra cá os passos resultaram em aprimoramento dos produtos e serviços. Mas este processo começa efetivamente em 01 de julho de 2007 com a migração das operações e atividades para o sistema SICREDI. Já em 2011 uma nova conquista: a cooperativa tem aprovado, pelo Banco Central do Brasil, seu projeto de transformação em cooperativa de credito de livre admissão de associados.

“Com essas mudanças, passamos a fazer parte de um sistema sólido e solidário, padronizando nossas atividades, profissionalizando nossa equipe e abrindo nossas atividades a toda a comunidade”, conta Aloísio Westrup.

A Sicredi Sul SC tem hoje aproximadamente 12 mil associados distribuídos em nove unidades de atendimento, presentes em cinco cidades do sul catarinense.

Sobre o Sicredi

Com mais de 2,3 milhões de associados, o Sistema de Crédito Cooperativo – Sicredi opera com 108 cooperativas de crédito em 10 Estados – * Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Tocantins, Pará, Rondônia e Goiás – e mais de 1,2 mil pontos de atendimento em 905 municípios brasileiros. As cooperativas estão organizadas em quatro Centrais, uma Confederação, uma Fundação e um Banco Cooperativo. A Central Sicredi Sul reúne 50 cooperativas e 607 pontos de atendimento em municípios gaúchos e catarinenses. No Rio Grande do Sul, o Sistema está presente em 90% dos municípios e é a instituição financeira com a maior rede de atendimento do Estado. Os ativos totais administrados pelo Sicredi atingem R$ 36,3 bilhões, e o patrimônio líquido total soma R$ 5 bilhões. Nos Estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, a instituição atinge cerca de R$ 18,7 bilhões em ativos, enquanto que o patrimônio líquido soma mais de R$ 2,5 bilhões.

Novo Texto Comunicação/UNO

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo