Notícias Regionais

Cardápio orientado nas escolas da rede municipal de Brusque

Brusque – Carnes, feijão, frutas, gelatina, macarrão, verduras, sucrilhos e legumes. Esses são alguns dos gêneros alimentícios que fazem parte da refeição diária dos cerca de 10 mil estudantes que frequentam as escolas da rede municipal de ensino. E, a partir de março, a qualidade da elaboração dos pratos deve qualificar ainda mais a merenda. A Prefeitura de Brusque, através da Secretaria Municipal de Educação, irá implantar em todas as escolas o cardápio padronizado. De acordo com a secretária municipal de Educação, Gleusa Fischer, todas as escolas receberão orientação para composição do cardápio, que será de responsabilidade do setor de Nutrição da Prefeitura. “O cardápio será elaborado de acordo com a necessidade de cada faixa etária e as atividades físicas dos alunos. Assim, os alunos que ficam em período parcial, por exemplo, receberão merenda diferente de quem fica na escola em período integral”, destaca. 

Gleusa justifica ainda que cada idade tem uma necessidade diferente e que proporcionar uma alimentação balanceada contribui significativamente no desenvolvimento de aprendizado dos estudantes.

A ação tem o apoio total do prefeito de Brusque, Paulo Eccel, que acompanha de perto os estudos e as justificativas da Secretaria de educação para implantar o cardápio orientado. “Essa medida tem um papel muito importante na educação, pois assegura uma boa nutrição e faz com que os alunos adquiram hábitos saudáveis, o que contribui para o seu desenvolvimento”, disse.

A nutricionista da Secretaria de Educação, Isabela Albani, salienta que além de levar em conta a necessidade dos estudantes, o cardápio orientado buscará o incremento e a diversidade de combinações para aproveitar melhor os alimentos. “Vamos buscar as combinações alimentares mais saudáveis e nutritivas. Por exemplo, a combinação de Ferro que pode ser encontrada no feijão com uma sobremesa a base de laranja, que contem vitamina C, que faz com que o ferro seja melhor absorvido”, explica.
   
Assim que os cardápio começarem a chegar nas escolas, os funcionários que atuam nas cozinhas e a direção deverão receber a visita do nutricionista que deverá passar as informações necessária para a execução da nova medida, garante a secretária de Educação. Atualmente quem elaborava os cardápios eram os diretores das escolas.
 
ai/UNOPress

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo