Notícias Regionais

Schützenfest – Que venha a próxima edição

(2014) Jaraguá do Sul – A 26ª Schützenfest encerrou oficialmente ontem (19), às 22h15, depois da apresentação da Lino Orquestra, no pavilhão “A”. Foram 11 dias de confraternização, tiro esportivo, apresentação de grupos folclóricos, bandas típicas e dois desfiles na Rua Walter Marquardt com as 15 sociedades de tiro ligadas à Associação dos Clubes e Sociedades de Tiro do Vale do Itapocu (ACSTVI), que em conjunto com a prefeitura de Jaraguá do Sul e a Fundação Cultural, realizam o evento.

Durante a cerimônia de encerramento da festa, o dirigente da ACSTVI, Wilson Bruch, enalteceu o empenho das sociedades envolvidas para a realização do evento. O presidente da Comissão Central Organizadora (CCO), Marcelo Prochnow, disse que foram mais de 240 as horas de festa, idealizada com empenho pela CCO e sociedades. O prefeito Dieter Janssen falou que a Schützen é uma festa familiar e de alegria e que não houve nenhum fato que pudesse denegrir a sua imagem. “Tivemos 11 dias de festa com alegria, qualidade e segurança”, finalizou. A CCO divulga os números da festa nos próximos dias.

A programação contou, também, com uma tarde especial para as crianças, com distribuição de brindes, guloseimas e parque de diversão; outra para os idosos e a 3ª Handwerkmesse, a Feira do Artesanato. O som, que procura preservar a tradição germânica, foi comandado por quase 30 bandas que se revezaram entre os pavilhões “A” e “B”. Foram 13 as apresentações de grupos folclóricos, além de busca de reis e rainhas durante a festa. A Rede Feminina de Combate ao Câncer promoveu a “blitz” do Outubro Rosa, com campanha de conscientização para o diagnóstico precoce da doença. Não se pode esquecer da exposição de veículos antigos e miniaturas, que pôde ser conferida ontem (18).

O objetivo da Schützenfest é a manutenção das tradições das festas de rei e o fortalecimento dos clubes e sociedades de tiro da região. A concentração destes clubes motivou o surgimento da festa que hoje congrega 15 deles. Foi assim o surgimento, em 1989, da Schützenfest que, há muitos anos, integra o roteiro de festas de outubro em Santa Catarina, além de ser considerada a maior festa do atirador fora da Alemanha.


Fotos: Ricardo Portelinha/PMJS
Pedro Bortoloti Junior
ai/UNO

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios