Dicas de Turismo

Rota Turística Caminhos do Interior de Barra Velha

Barra Velha – Com intuito de expandir o fluxo turístico para a área rural onde, além das belezas naturais, há uma variedade de produtores aptos a atender os apreciadores do dia-a-dia na roça. Foi oficializada a Rota Turística “Caminhos do Interior” de Barra Velha.

Com a iniciativa da Fundação de Turismo, Esporte e Cultura mais de vinte ruralistas já aderiram ao programa que contará também com o apoio da Secretaria de Agricultura e Vigilância Sanitária para a padronização das normas sanitárias.

A primeira parte do roteiro será implantada nas comunidades de Medeiros, Rio Novo e Itinga. De acordo com o presidente da Fumtec, Thiago Pinheiro, o próximo passo é a definição do nome para cada comércio ou ponto de parada. “O nome da rota foi definido por unanimidade entre os produtores e agora cada um dará nome ao seu ponto. A cada encontro a rota rural se fortalece,” destacou. Na reunião também foi apresentada a marca oficial do projeto. Com um tiê sangue estampado na capa, o roteiro retrata a ave símbolo da mata atlântica. Abaixo, o pai e os filhos caminham por uma estrada de barro conduzindo um carro de boi, talvez o maior símbolo da área rural. A fotografia é de André Ignácio e foi a vencedora do concurso fotográfico 2015.

Segundo Thiago, serão colocados três portais indicando o início da rota: um no início da Rua João Pedro de Oliveira, no bairro São Cristóvão, e outros dois no bairro Medeiros. “Cada ponto de parada terá uma placa de sinalização. Também estamos produzindo um mapa no mesmo formato do que já usamos para promover a área urbana. Tudo isso sem onerar custos aos participantes.” Thiago acredita que o projeto vai trazer inúmeros benefícios para a comunidade, como melhorias na sinalização urbana, na malha viária e claro, fomentando a economia dos produtores.


O roteiro já conta com produtores de farinha, conservas, embutidos, hortifrutigranjeiros, pontos de gastronomia, um pesque pague e outros. Além desses a rota incluirá atrativos já conhecidos como a produção de cristais, a Parada Ferreti e a Capela Cristo Rei. Inaugurada no dia 22 de setembro de 1957 a capela Cristo Rei no bairro Rio Novo, pode ser considerada uma das mais antigas e preservadas capelas da Paróquia Divino Espírito Santo.

ai/UNO

 


Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios