Notícias Regionais

Reeducação Alimentar ajuda pessoas a terem vida saudável

Itapema – Contribuir para uma mudança nos hábitos da alimentação, este é o objetivo do Programa de Reeducação Alimentar. A iniciativa da Secretaria da Saúde, existente desde Novembro de 2009, segue ajudando muitas pessoas com sobrepeso ou obesas a terem qualidade de vida em Itapema, por meio de alimentação adequada e do controle emocional dos pacientes.

Segundo a Nutricionista e coordenadora do programa, Caroline Marini, os resultados das 10 semanas de trabalho realizado são ótimos dependendo dos esforços dos participantes. “Cada encontro que temos é um tema diferente, trabalhamos sempre com a alimentação saudável, repassando dicas para a mudança da alimentação em casa e receitas. Além disso, realizamos visitas no supermercado, ensinamos a lerem os rótulos. É uma variedade de assuntos e atividades diferentes que ao longo dos encontros resultam em uma mudança de vida para o paciente”, explicou a Nutricionista Caroline Marini.

“Os encontros estão bem legais e estão ajudando a mim e também a minha família. Sinto-me mais disposta com essa alimentação que estou levando e aprendi que não precisamos comer sempre aquilo que nos da vontade, e sim o necessário. Vale muito a pena fazer parte deste grupo”, comentou Ana Carolina Avelino, estudante de 19 anos que está na quarta semana do programa de Reeducação Alimentar.

A Psicóloga Cláudia Maria Petri, que coordena os encontros junto com a nutricionista, ajuda os usuários a controlarem o emocional diário. “Com esse trabalho, conseguimos com que a ansiedade e os problemas do dia a dia não sejam descontados muitas vezes na alimentação, como é o caso de muitos que vem pra cá. Além disso, trazemos algumas vezes outros profissionais como de Educação Física, Terapeutas, para que ajudem ainda mais nessa batalha que é mudar a relação do paciente com o alimento”, afirmou a Psicóloga Cláudia Maria Petri.

Quem desejar participar desses encontros, além de ser maior de idade, deve ir até a Unidade Básica de Saúde (UBS) fazer uma consulta com um médico ou enfermeira para que os profissionais façam o encaminhamento até a Secretaria de Saúde.

ai/UNO

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo