Medicina e Saúde

Pesquisas revelam que a maioria das pessoas preferem ter mais cabelos do que mais dinheiro

por Dr. Arthur Tykocinski

Enquanto algumas pessoas estão céticas sobre retorno de seus investimentos na bolsa de valores, algumas parecem estar mais inclinadas a investir em sua aparência. É o que aponta os resultados de uma recente pesquisa on line realizada pelo ISHRS – Sociedade Internacional de Cirurgia de Restauração Capilar, que em uma das questões perguntava se a pessoa preferiria ter mais amigos, dinheiro ou cabelos. Das 1407 pessoas que responderam a pesquisa, 59,8% preferiram ter mais cabelos, 26,2% escolheram mais dinheiro e 13,9% disseram que prefeririam ter mais amigos. Desse universo de participantes, um número um pouco maior de mulheres (64,2%) do que homens (59,1%) indicou que eles queriam mais cabelos do que dinheiro ou amigos.

“Em nossa área, pacientes, freqüentemente, comentam que eles vêem o tratamento de perda capilar como um investimento, tanto pessoal como profissional”, ressalta Dr. Arthur Tykocinski, dermatologista especializado em cabelos e na técnica de transplante folicular coronal, diretor do Tykocinski Medical Group e associado do ISHRS – Sociedade Internacional de Cirurgia de Restauração Capilar. “Esta pesquisa mostra que homens e mulheres realmente colocam um alto valor em ter mais cabelo. Em um mercado de trabalho difícil como o de hoje, ter seus cabelos restaurados pode ajudar as pessoas a parecerem mais jovens e até mesmo com mais apresentação para os empregadores”, completa o especialista.

Outros pontos-chave da pesquisa incluem:


– Mais da metade dos entrevistados (54,8 por cento) disseram sim para a pergunta “Se as celebridades ou pessoas públicas fossem mais abertas sobre a cirurgia de restauração capilar você estaria mais inclinado a considerar fazer um transplante capilar?”. Quando analisados pelo sexo, homens eram mais capazes de concordar com essa declaração do que as mulheres – 56,8 por cento disseram sim entre os homens contra 45,3 por cento que disseram sim entre as mulheres.

– Quando perguntados para quais regiões o cabelo pode ser transplantado, surpreendentes 46,7 % dos entrevistados responderam que o cabelo pode apenas ser transplantado para o couro cabeludo, mostrando desconhecimento do assunto. Na verdade, o cabelo pode ser transplantado para várias partes do corpo, incluindo sobrancelhas, barba, cílios e a região púbica.

Quando questionados qual a porcentagem de perda capilar era necessária para ser cosmeticamente visível, apenas um quarto (25,5%) dos entrevistados escolheram corretamente o número 50% como a resposta a questão. Estima-se que 80 milhões de homens e mulheres americanos sofrem de algum padrão de perda capilar. Felizmente, recentes descobertas científicas têm feito da restauração capilar, por meio do transplante, uma opção para quase todas as pessoas. A cirurgia de restauração e tratamentos médicos comprovados são uma combinação eficiente no tratamento de pessoas com pouco cabelo e em limitar futura perda capilar.

Sobre a ISHRS (Sociedade Internacional de Cirurgia de Restauração Capilar)


Fundada em 1993, a ISHRS – Sociedade Internacional de Cirurgia de Restauração Capilar é uma associação médica sem fins lucrativos dedicada ao avanço da arte e da ciência de restauração capilar. Com mais de 750 médicos associados mundialmente, a ISHRS Sociedade Internacional de Cirurgia de Restauração Capilar fornece uma educação médica contínua aos médicos especializados em perda capilar e cirurgia de restauração e serve como um recurso para o público que procura informa sobre os mais recentes tratamentos médicos e restauração cirúrgica para perda capilar. Para mais informação e como localizar um médico, visite o site www.ishrs.org.

Dr. Arthur Tykocinski (CRM-SP 66385) é médico dermatologista e cirurgião, graduado pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. É especialista em transplante folicular. Em 96, introduziu na América Latina, o Transplante Folicular Total e, ao final de 2003, iniciou a utilização da técnica folicular coronal, sendo um dos pioneiros mundiais, ao lado do autor da técnica, Dr. Jerry Wong. Segura e praticamente indolor, a transplante folicular coronal possibilita a rápida recuperação e a volta às atividades sem a utilização de bandagens ou curativos. Dr. Arthur é participante da Sociedade Brasileira de Restauração Capilar, Sociedade Brasileira de Dermatologia, Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica, Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia, foi presidente do 16º Congresso Mundial de Restauração Capilar de Montreal (o primeiro latino-americano a desempenhar essa função), European Society of Hair Restoration, American Society of Hair Restoration, International Society of Cosmetic Surgery, International Society Of Hair Restoration Surgery ISHRS, American Academy of Dermatology e Sociedad Latino-Americana del Pelo.

Informação sobre o Estudo

O propósito da Pesquisa de Desafios de Transplante Capilar da Sociedade Internacional de Cirurgia de Restauração Capilar – (ISHRS) era coletar informações comportamentais em relação à perda de cabelo; conhecimento sobre a perda de cabelo e sua restauração, e testar a habilidade do entrevistado a identificar pacientes de transplante capilar.


A pesquisa foi disponibilizada no website da ISHRS para visitantes, que se interessaram em participar espontaneamente da Pesquisa de Desafio de Transplante Capilar. A coleta de dados iniciou no fim de maio de 2008 e continuou até janeiro de 2009. Até de janeiro de 2009, 1.878 entrevistados tinham participado da pesquisa e forneceram respostas válidas. Uma amostra de tamanho de 1.878 tem uma margem de erro de +/- -2.3% e de 95% de nível confiável. Para obter uma cópia completa da Pesquisa de Desafio de Transplante Capilar, preparada pelos Recursos Humanos de Pesquisa de Chicago, IL, visite www.ishrs.org/mediacenter/media-statistics.htm.
 
Dr. Arthur Tykocinski, dermatologista especializado em restauração capilar, aconselha a realização de uma consulta para se diagnosticar e definir o grau de perda capilar e as opções de tratamento mais compensadoras.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios