Notícias Regionais

Pastagem de inverno com azevém auxiliam produção de leite

Criciúma – Com chuva ou sol, frio ou calor, o casal Pedro e Fátima Studzinski possui uma rotina de trabalho bem intensa. Eles são responsáveis por cuidar da casa, de 32 vacas, além dos 10 hectares de terra pertencente à família. Esta renda auxilia para o sustento da casa, além das despesas com a faculdade da filha Liziane.

De acordo com Fátima, o rendimento da família se dá devido a grande demanda da produção de leite. Das 32 vacas, apenas 15 geral o produto. A cada dois dias são coletados em torno de 450 litros. “Para que as nossas vacas leiteiras possam produzir em maior escala, dependemos de uma boa alimentação”, conta Fátima.

Para garantir a nutrição ideal a Gerência de Agricultura de Criciúma realiza nesta época do ano a conhecida pastagem de inverno. Esta ação visa não deixar o solo ocioso durante o inverno, além do fato de as pastagens de inverno protegerem o solo, garantindo que os animais possam se alimentar.

O gerente de Agricultura do Município, Salomão Roman da Silveira explica que esta ação contribui muito aos criadores de animais, sendo que no inverno a grama usada para alimentação não possui nutrientes necessários. “Se os animais não se alimentam da maneira correta, a produção de leite também não será propensa, sendo que de março a novembro, esses criadores vivem a entressafra, período em que a produção é maior”, explica Silveira.

De acordo com Pedro Studzinski, aproximadamente 80% de suas terras são usadas como piquete, para alimentação das vacas. Ele afirma que o projeto “Semear” do Governo do Município, ajudou a família a manter os trabalhos.

O projeto atende 82 agricultores no município de Criciúma. Distribuindo 15 mil quilos de semente de azevém e aveia, além da proteção de solo e adubação verde.

Tiago Maciel
ai/UNO

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo