Notícias Regionais

Paralelepípedo ou Asfalto? Polêmica em Urussanga

Urussanga – A falta de pavimentação asfáltica em um trecho da Rua Dona Lúcia Delfino da Rosa, em frente a Central de Informações Turísticas de Urussanga, a antiga Estação Ferroviária, no bairro Estação, está dividindo opiniões na cidade. De um lado, a Prefeitura segue orientações do Iphan e deixa o local com paralelepípedo. Do outro, mais de 350 assinaturas foram recebidas pelo Prefeito em exercício José Rogério Francisco dos Santos, o Zelo pedindo que seja asfaltada toda a rua, sem exceção de parte alguma.

Zelo respondeu que a determinação da Administração foi seguir o que o veio encaminhado através do Iphan, para que mais tarde a Prefeitura não seja punida pela ação. Segundo ele, a arquiteta e urbanista do Iphan/ SC Cristiane Galhardo Biazin encaminhou um parecer para a Prefeitura alegando que o local deve permanecer pavimentado com paralelepípedo, que possui maior qualidade estética e referência histórica, servindo inclusive de redutor de velocidade, melhorando as condições de preservação do bem.

Para ela, se a frente da Central de Informações permanecer em paralelepípedo, vai inclusive interromper a trepidação dos veículos, que se passarem em alta velocidade, podem causar problemas estruturais na edificação. “Qualquer intervenção em imóveis do conjunto ferroviário só podem ser feitos com projetos previamente aprovados pelo Iphan”, explicou a arquiteta.


O Prefeito em exercício considera a orientação uma lei. Segundo ele, se a lei não garantir a execução do asfalto neste trecho, nada vai ser feito de forma diferente. “Eu aconselhei os moradores a entrarem com uma Ação Civil Pública para pedir que o juiz recomende a pavimentação. Se a ordem for da justiça, vamos pavimentar na hora”, garantiu. 

Fonte : Assessoria de Imprensa

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios