Notícias Regionais

Pão e leite em bolsas feitas com calças jeans para as crianças

Balneário Camboriú – As 55 crianças do Núcleo de Educação Infantil Brilho do Sol, no bairro Estaleiro, a partir de hoje levam para suas casas o pão e leite numa linda e criativa bolsa, feita com calça jeans. A intenção da coordenação da escola é fazer com que as sacolas plásticas não sejam mais utilizadas, já que são altamente poluentes e agridem a natureza.

A coordenadora do núcleo, Elízia Bucalon, explica que anteriormente o alimento era levado nas sacolas plásticas. Desde abril as educadoras em conjunto com as crianças confeccionavam as bolsas. “Os pais colaboraram e trouxeram as calças jeans”, destaca Elízia. A professora de artes, Jucélia Graciliano, colocou toda sua experiência nas peças confeccionadas.

Todas ganharam um colorido especial. Algumas foram pintadas pelas professoras, outras pelas próprias crianças. “Os acessórios trazem os nomes de cada aluno, da turma e da escola. Algumas estão estampadas com mãozinhas”, conta.

A entrega das bolsas aconteceu nesta sexta-feira, 11, e contou com a presença do secretário do Meio Ambiente, André Ritzmann, do vice-prefeito Cláudio Dalvesco e de representantes da Secretaria da Educação.  Durante o evento, as professoras passaram um vídeo educativo sobre a importância de não utilizar sacolas plásticas. Justificaram que elas são altamente poluentes.

A assessora do núcleo, Josiane Picolli, destacou que há seis anos, no mar da França, foi encontrada uma baleia morta. Dentro de seu estômago, os biólogos descobriram 800 quilos de sacolas plásticas. A educadora também destacou que o material leva centena de anos para se decompor.  

Quem aprovou as novas bolsas foi a dona de casa, Vera Lúcia Varnier, mãe de uma aluna. Ela conta que a bolsa feita com calça jeans, além de ter ficado muito bonita é bastante prática e fácil de carregar. “Muitas vezes as sacolas plásticos rasgavam”, destaca.

Outros núcleos infantis da rede municipal de ensino de Balneário Camboriú já aderiram a idéia, e também confeccionaram bolsas ecologicamente corretas.  

ai/UNO

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo