Notícias Regionais

Outubro Rosa em Balneário Piçarras inicia com aquisição de Mamógrafo

(2014) Balneário Piçarras – Marcando o início da campanha do Outubro Rosa, a prefeitura de Balneário Piçarras adquiriu um mamógrafo para atendimento gratuito a população. O mamógrafo vai permitir a realização de diagnóstico de lesões, palpáveis ou impalpáveis, suspeitas de câncer de mama e biópsia cirúrgica de mama.

O aparelho, que está instalado no Pronto Atendimento, tem capacidade para atender uma média de 16 mulheres por dia, com impressões de altíssima qualidade, que facilitam a leitura e interpretação dos exames por parte do profissional responsável pela operação.

A solicitação do mamógrafo foi uma iniciativa da bancada do PSDB da Câmara Municipal, representada pelos vereadores Ivo Álvaro Fleith, Leandro Rech e Marly Dulcinéia da Silva Santana (Ziza), que auxiliaram na articulação do recurso de R$ 125 mil, proveniente de emenda parlamentar, do Deputado Estadual Gilmar Knaesel (PSDB), por meio de convênio com o Governo do Estado.

De acordo com a secretária de Saúde, Lucimir Uller Bittencourt, o aparelho é de última geração e realiza o exame de maneira rápida e sofisticada, adaptando-se automaticamente à densidade da mama. “O mamógrafo se torna uma ferramenta essencial para a prevenção e diagnóstico do câncer de mama. Quanto mais cedo for diagnosticado o câncer de mama, maiores são as chances de recuperação dos pacientes”, afirma Lucimir.

O prefeito Leonel José Martins (PSDB) também esteve na entrega do equipamento e salientou sobre os investimentos da prefeitura na saúde “Nosso município conta hoje com diversos programas de qualidade de vida, quinze especialidades clínicas e duas unidades de saúde em finalização de reforma. O mamógrafo vem para agregar nossos investimentos na prevenção e no rápido diagnóstico a doenças”.

Câncer de mama

O Instituto Nacional de Câncer (INCA) afirma que o câncer de mama é o segundo tipo mais frequente no mundo e mais comum entre as mulheres. No Brasil, as taxas de mortalidade por câncer de mama continuam elevadas, muito provavelmente porque a doença ainda é diagnosticada em estádios avançados. Na população mundial, a sobrevida média após cinco anos é de 61%.

Relativamente raro antes dos 35 anos, acima desta faixa etária sua incidência cresce rápida e progressivamente. Estatísticas indicam aumento de sua incidência tanto nos países desenvolvidos quanto nos em desenvolvimento.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), nas décadas de 60 e 70 registrou-se um aumento de 10 vezes nas taxas de incidência ajustadas por idade nos Registros de Câncer de Base Populacional de diversos continentes.

ai/UNO

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo