Notícias Regionais

Orientação para gestantes antes, durante e depois da gestação

Criciúma – Reduzir a mortalidade materno-infantil e melhorar a saúde das gestantes são dois dos oito pontos que formam os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), assinados no ano 2000 pela Organização das Nações Unidas (ONU). A Secretaria do Sistema de Saúde de Criciúma dá um passo a mais para a efetivação desses fins, na tarde desta quinta-feira (31), durante o lançamento da cartilha “Orientações antes, durante e depois da gestação”, construída em parceria com instituições e entidades, colocando no papel o trabalho já realizado pela pasta.

A secretária do Sistema de Saúde, Geovania de Sá, afirma que a cartilha contribuirá para fortalecer os serviços existentes na área de saúde da mulher e da criança e ainda ampliar as ações de educação em saúde no município de Criciúma. “O lançamento é o marco inicial para a efetivação destas ações e configuram ações contínuas desta Secretaria”, destacou Geovânia.

A elaboração também é resultado das discussões do comitê municipal que debate e atua na área da mortalidade materno-infantil e juvenil. Entre os membros do comitê está o pediatra Rudy Jonni Rosenstengel Junior, responsável pelas informações quanto aos números de mortalidade em Criciúma, alinhado ao Sistema de Mortalidade Materno-Infantil do Município (SIM).

Do exame preventivo da mulher ao crescimento do bebê


Serão produzidos 10000 exemplares das cartilhas de orientações, que serão entregues pelos agentes comunitários de casa em casa. “Optamos em entregar em mãos para que o acesso possa ser facilitado e a informação agilizada”, destacou a secretaria.

Os assuntos abordam desde a importância de a mulher estar sempre em contato com as Unidades Básicas de Saúde (UBS) de seu bairro, realizando o planejamento familiar, exames preventivos e de pré-natal, além dos cuidados a serem tomados enquanto gestante, no aleitamento materno, durante as ações educativas e a importância dos profissionais da saúde neste processo.

Cartilha é um complemento na implantação da Rede Cegonha

“A Cartilha reafirma o nosso trabalho de implantação da Rede Cegonha que está em processo de efetivação em Criciúma e prevê, sobretudo, adequações para que haja o cuidado e ações que passam pelo planejamento familiar até os 24 meses do bebê, finalizou Geovania.


Foto: Jussi Moraes
Matheus Reis
ai/UNO

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios