Notícias Gerais

Operação Ágata 7 vai combater os crimes em São Miguel do Oeste

Florianópolis – A sétima edição da Operação Ágata foi lançada nesta sexta-feira, 17, em São Miguel do Oeste. O trabalho operacional inicia nas primeiras horas deste sábado, 18. Mais de 25 mil agentes públicos estão envolvidos no patrulhamento de toda a fronteira terrestre com mais de 10 países vizinhos. Esta é a maior operação militar voltada à segurança pública, organizada pelo Ministério da Defesa e coordenada pelo Exército.

O objetivo básico é combater os crimes ocorridos em áreas de fronteira e promover uma ação conjunta e integrada dos órgãos públicos. Em Santa Catarina, todos os setores de competência da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) estão envolvidos neste trabalho, auxiliando em cada etapa da operação.

A cerimônia de lançamento contou com a presença secretário de Estado da Segurança Pública, César Augusto Grubba, acompanhado do comandante-geral da Polícia Militar, coronel PM Nazareno Marcineiro e o delegado geral da Polícia Civil, Aldo Pinheiro D’Ávila.

O plano operacional foi apresentado na sede do 14º Regimento de Cavalaria Mecanizado, em São Miguel do Oeste. Na ocasião, o general Fernando José Lavaquial Sadenberg, general de Brigada e comandante da 14ª Brigada de Infantaria Motorizada de Florianópolis, ressaltou a importância da integração com a SSP e a contribuição que essa interação poderá trazer no resultado final da operação, que deve durar até meados de junho.

Santa Catarina possui 246 quilômetros de fronteira com a Argentina, com 82 municípios localizados na faixa de fronteira, sendo que 10 cidades em linha de fronteira. Sua população fixa chega a 828 mil habitantes.

Ainda de acordo com o general Sadenberg, “o diferencial da Ágata 7, em relação às operações realizadas anteriormente é o número expressivo do efetivo envolvido. Ele também destacou a participação de diversos órgãos públicos, o mapeamento feito pela SSP de todas as regiões do Estado,  além experiência adquirida  em edições anteriores. O secretário Cesar Augusto Grubba  exaltou o trabalho de integração e a participação dos órgãos de segurança do Estado na operação.

ai/UNO

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo