Notícias Regionais

Ônibus para transportar deficientes físicos em Videira

ImageVideira – A Empresa Santa Teresinha que atende o sistema de transportes público de Videira apresentou ao prefeito Wilmar Carelli na manhã desta segunda-feira (20), o primeiro ônibus adaptado para cadeirantes a atuar no município. A apresentação foi feita ao prefeito pelo gerente da empresa – Ozair Karpen em frente ao Paço Municipal. “Este veículo é o primeiro de toda a região e já estará à disposição dos videirenses essa semana”, garantiu o representante da empresa.

A implantação de um veículo para atender os portadores de deficiência física  ou com mobilidade reduzida é inédita em Videira e foi uma solicitação do prefeito Wilmar Carelli, visando incluir socialmente esse grupo de pessoas.

O veículo recebeu um investimento de cerca de R$ 220 mil e conta com um elevador adaptado para transportar os usuários de cadeira de rodas, além de assentos especiais para deficientes visuais, gestantes, idosos e demais pessoas com dificuldade para se locomover.A Empresa Santa Teresinha Transportes e Turismo atende cerca de 110 mil passageiros por mês em Videira.

Durante a apresentação do veículo, o prefeito Wilmar Carelli anunciou que já solicitou à Secretaria Municipal de Planejamento que passe a cumprir o Código de Edificações do município, aprovado em março do ano passado pela Câmara de Vereadores, e que prevê que em qualquer edificação, com exceção das residências, seja garantido o acesso aos portadores de deficiência ou com mobilidade reduzida. O Código observa as disposições de Leis Federais, além da NBR 9050 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Segundo o documento, nas edificações já existentes em Videira, o acesso ao deficiente deverá ser garantido pelo menos até o pavimento térreo e, se houver necessidade de rampa, essa deverá ser executada conforme o que estabelece a ABNT. “Essa é uma decisão que vai ter que contar muito com a conscientização e com a colaboração das pessoas.

Não queremos agir punitivamente, mas queremos instruir a todos para agirem dentro da Lei e nos ajudar nesse processo de inclusão social. Por outro lado, posso garantir que as novas construções ou até reformas só serão liberadas se o projeto contemplar a acessibilidade para os deficientes”, disse Carelli ressaltando que a própria infraestrutura do município precisa se adaptar. “Essa já é uma realidade nas grandes cidades e queremos que aqui também seja”, concluiu o prefeito.

Fonte:Silvia Palma
Assessora de Comunicação

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo