Notícias Gerais

Oficina de ator e clow é promovida pelo Projeto do Simdec

Joinville – O Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura (Simdec) apresenta mais um projeto aprovado pelo Edital de Apoio à Cultura 2009. O projeto “Esperando o príncipe” vai promover a oficina “A subjetividade do ator e o clown” entre os dias 27/07 e 04/08.  A aula será ministrada pela diretora da Traço Cia Teatral de Florianópolis, Marianne Consentino com participações da atriz e produtora, Jô Fornari e o ator e diretor, Luciano Fusinato.

Nesta oficina o clown é apresentado como a exposição dos aspectos ingênuos e ridículos do ator diante de um público. O objetivo do curso é estimular o processo de contato do ator com sua subjetividade, por meio de exercícios corporais, jogos e improvisações à arte do clown.

O curso será realizado no Espaço Atos de Teatro das 14h às 21 horas. Os interessados em participar da oficina podem se inscrever até o dia 22/07 pelo e-mail [email protected], com dados pessoais, currículo artístico e carta de intenções. Lembrando que os participantes devem ter experiência em artes cênicas. A lista dos selecionados será divulgada no dia 24/07 por e-mail.

Saiba mais sobre os participantes:


Marianne Consentino

Licenciada em Educação Artística pela UDESC e Mestre em Artes pela ECA/USP. Em Florianópolis, participou como atriz dos espetáculos “A Tempestade”, “Último Dia Hoje”, “As Relações Naturais”, entre outros trabalhos. Dirigiu o espetáculo “Fulaninha e Dona Coisa”, de Noemi Marinho e trabalhou como diretora assistente de “As Relações Naturais”, de Qorpo Santo. Tomou contato com a técnica do clown no ano 2000, através da
oficina “O jogo cômico: descobrindo o próprio clown”, ministrada por Pedro Ilgenfritz, em Florianópolis, SC. O desejo de prosseguir seus estudos a levou ao Programa de Pós-Graduação em Artes da Universidade de São Paulo, no qual foi bolsista da FAPESP apresentando a Dissertação “As três irmãs e a subjetividade no trabalho do ator: contribuições da técnica do clown” (ECA/USP: 2008). Como

resultado da pesquisa no curso de mestrado, dirigiu a montagem “As três irmãs”, de Anton Tchékhov, encenada pela Traço Cia. de Teatro. “As três irmãs” participou de diversos Festivais e recebeu os prêmios de Melhor Espetáculo, Direção e Atriz na edição 2008 do Festival Internacional de Teatro Universitário de Blumenau.

Luciano Fusinato


Ator e diretor teatral, músico e desenhista, formação acadêmica em História na Univille, tem experiência na área de fotografia, fotojornalismo. Desde seu ingresso no teatro profissional (1998) prioriza a pesquisa para montagem de seus espetáculos, tendo o ator como centro de
pesquisa do trabalho. Em 2003 montou sua primeira peça a utilizar exclusivamente a linguagem de animação no espetáculo “Eredegalda”, baseada na história popular brasileira homônima, utilizando a técnica de manipulação direta para bonecos de mesa. Atualmente dirige o Projeto Teatro Maginguelado, que está em execução há mais de dois anos. Atua e
dirige o espetáculo “TETE”, desenvolve projetos de criação de vídeo-arte a partir do estudo teatral e ministra oficinas de capacitação e treinamento.

Jô Fornari

Atriz, bonequeira e produtora, formada em Comunicação Social pela Furb, trabalha no meio teatral desde 1994 como atriz e produtora. Especializou-se em Arte-educação pela UNOCHAPECÓ, com monografia sobre leitura de espetáculos. Desde 1999 atua como bonequeira solista realizando uma ampla itinerância com seus espetáculos e oficinas de formas animadas percorrendo os estados de Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, Goiás, Bahia e Tocantins. A partir de 2005 passa a residir em Itajaí, onde funda a Cia. Andante Produções Artísticas, produzindo intervenções, performances e mais recentemente o espetáculo de formas animadas “O Menino Maluquinho”, trabalho-solo criado em parceria com a Cia. Experimentus, companhia da qual passa a fazer parte em 2006, atuando como atriz no projeto de formação “O Espaço em Aberto”.
Produziu e atuou no Projeto Arte Andante com o projeto “Espia Só” na formação e montagem de teatro lambe-lambe em 2008, ambos da Cia. Andante.

ai/UNO


Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios