Notícias Regionais

Monjas no Mosteiro da Visitação de Nossa Senhora em Maracajá

Maracajá – A população de Maracajá, visitantes e padres toda a região sul receberam, na tarde desta quinta-feira, 19, com muito entusiasmo, as monjas para a fundação do Mosteiro da Visitação de Nossa Senhora na cidade.

As cinco irmãs visitandinas participaram de uma cerimônia de boas-vindas em frente à prefeitura. “Maracajá está de portas abertas para receber todos que visitarão nossa cidade a partir de agora.  É um privilégio acolher as monjas que farão parte de nossa história”, declarou o prefeito Wagner da Rosa.

O pároco de Maracajá Padre Lucas Bombazar lembrou a importância do local. “O mosteiro é como o coração, a gente não vê, mas ele está ali e dá vida a todo nosso ser”, lembrou. O padre ainda convidou: “Frequente o mosteiro. Venha beber dessa fonte espiritual”.
A madre federal superiora Maria Clara Cuerco também fez um convite a todos. “Visitem o mosteiro, pois nós visitamos vocês com nossas orações”.

Um dos responsáveis pela vinda das monjas para Maracajá foi o padre de Içara Antônio Vander. “Foi Deus que quis a fundação do Mosteiro de Visitação em Maracajá, por isso hoje estamos realizando a vontade Dele”.

O Bispo Dom Jacinto Inácio Flach também participou ativamente na fundação do mosteiro. “Elas vão servir a Deus, ter uma vida consagrada e contemplativa. È uma felicidade muito grande abrigar em nossa diocese um dos três Mosteiros da Ordem da Visitação de Santa Maria no Brasil”, afirmou.

Logo após a acolhida o grupo seguiu em procissão até a Igreja Matriz de Matriz, onde vou realizada a missa. Na sequência as monjas foram guiadas até o mosteiro.

O Mosteiro da Visitação será um local de peregrinação e as irmãs visitandinas, uma paraguaia, uma brasileira, duas uruguaias e uma portuguesa, darão aconselhamento à população em uma sala especial com grades chamada de locutório. As monjas vão viver enclausuradas, em estado de contemplação. “Neste ano haverá uma exceção, as irmãs participarão da Semana Santa e terão um lugar reservado no altar”, explica padre Lucas.

O mosteiro fica na antiga casa das irmãs, próximo a Escola Manoel Gomes Baltazar, no Centro de Maracajá.

Itaionara Recco
ai/UNOPress

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo