Notícias Gerais

Militares já falam em data para encerrar buscas aos corpos das vítimas do voo 447

Recife – Pela primeira vez desde o início das buscas às vítimas do acidente com o voo 447 da Airbus, a Aeronáutica e a Marinha mencionaram um prazo para o fim das operações, que vêm sendo realizadas há dez dias em meio ao Oceano Atlântico.

Segundo o diretor do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea), brigadeiro Ramon Borges Cardoso, oficiais da Aeronáutica e da Marinha brasileira se reunirão na próxima sexta-feira (12) para avaliar a possibilidade de continuar os trabalhos além do próximo dia 19 (sexta-feira da semana seguinte).

“Pelo menos até o dia 19 estão confirmadas as buscas, seja dentro de nosso mar territorial, seja na área sob o controle de Dakar [capital do Senegal]”, disse há pouco, em Recife, o brigadeiro. “Este prazo é um tempo no qual imaginamos que ainda haveria possibilidade de fazermos a coleta de corpos. Se antes desta data nós fizermos outra avaliação, esses prazo pode ser estendido”, concluiu Cardoso.

Ao revelar que os militares já pensam em prazos limites para encerrar as buscas, o brigadeiro explicou que os corpos têm sido arrastados para cada vez mais longe da terra firme, dificultando, entre outras coisas, a logística de abastecimento dos aviões e navios brasileiros. Além disso, o brigadeiro reconheceu que, a cada dia que passa, diminui a probabilidade de novos corpos surgirem boiando.


“O trabalho de recolhimento de corpos tem um limite para ocorrer e, realmente, está ficando muito longe”, disse Cardoso. Hoje (10), nenhuma vítima foi encontrada. Segundo Cardoso, devido às dificuldades impostas pelas condições meteorológicas.

O brigadeiro fez questão de explicar que, ao se reunirem na próxima sexta-feira, os oficiais das duas Forças irão considerar o número de corpos que forem localizados nos próximos dias e a ação das correntes. “Analisaremos tudo o que for encontrado [até lá] e planejaremos por quantos dias mais nós continuaremos nessas buscas. Nossa ideia inicial é de que, pelo menos até o dia 19, haverá possibilidade de continuarmos nas buscas, em distâncias aceitáveis para os aviões e os barcos.

Alex Rodrigues


Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios