Notícias Regionais

Tecnologia para tornar as aulas mais dinâmicas e atrativas

A próxima etapa do projeto prevê a apresentação para professores das demais disciplinas.

Tubarão – O uso de aparatos tecnológicos está cada vez mais disseminado entre os alunos. Notebooks, celulares, smartphones, tablets e diversos aplicativos de inserção nas redes sociais são usados frequentemente e com grande facilidade pelos estudantes.

Acompanhar o ritmo da chamada Geração Z, formada por pessoas nascidas, conjuntamente, com o avanço das novas tecnologias, é um desafio diário para professores, independente da disciplina que leciona ou escola em que dá aula.

Para incentivar os professores a usarem a tecnologia como ferramenta de aprendizagem, foi apresentado nesta quinta-feira (6), na Fundação Municipal de Educação de Tubarão – SC, o projeto “Mídias nas Escolas”.

O projeto, iniciativa da assessora de Língua Portuguesa e professora dessa disciplina, Jane Novasko da Silva e da coordenadora de Ensino e Políticas Educacionais, Sara dos Santos, foi apresentado, inicialmente, aos professores Língua Portuguesa, Geografia e História, que aprenderam novas formas de usar a tecnologia para tornar as aulas mais dinâmicas e atraentes.

O auditório da fundação transformou-se em um verdadeiro laboratório multimídia, no qual diversas tecnologias se uniram, comprovando que a convergência das mídias pode trazer ganhos significativos ao processo de ensino-aprendizagem. “Nossos alunos já estão muito à frente nessa área e o professor tem que se atualizar para despertar o interesse dessa geração que é dinâmica, pois já nasceu sabendo utilizar todas essas tecnologias ao mesmo tempo”, salienta a professora Jane.

E esse conhecimento prático e a versatilidade tecnológica dos estudantes foram, de fato, atestados durante a explanação do projeto. Os alunos Matheus Branhan e José Luiz de Souza, da escola Manoel Rufino Francisco, deram o suporte ao evento. “Eles montaram toda a estrutura e estão fotografando. Tudo isso, será, posteriormente, disponibilizado nas redes sociais e publicado no jornalzinho da escola”, explica a professora Jane.

Para a coordenadora de Ensino e Políticas Educacionais, Sara dos Santos, a adoção da tecnologia em sala de aula é algo cada vez mais necessário. “A mídia faz parte do nosso cotidiano e o grande desafio do educador é utilizá-la a favor do conhecimento. Professores e alunos são co-autores desse processo. O professor oferece o conhecimento científico e o aluno traz o conhecimento prático”, salienta.

A próxima etapa do projeto prevê a apresentação para professores das demais disciplinas.

Adriana Oliveira/PMT/UNO

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo