Notícias Regionais

IDH-M aponta Blumenau como a cidade onde os idosos vivem mais

Blumenau – Informações do Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil divulgado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, baseadas em dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) dão conta de que as pessoas que residem em Blumenau são as que tem maior longevidade. Com IDH-M Longevidade de 0,894, a expectativa de vida no município é de 78,6 anos. Este é um dos índices que compõem o IDH municipal, onde Blumenau figura em 6º lugar entre os municípios catarinenses e 25º entre os brasileiros. Para o prefeito Napoleão Bernardes “são muitos os fatores que compõem esses índices positivos, entre eles a cultura regional, o bom poder aquisitivo médio e as políticas públicas em prol dos idosos”.

A notícia agradou, mas Blumenau quer melhorar esses números. Na questão da longevidade, os dez municípios brasileiros onde se vive mais tempo são catarinenses. “Nossa preocupação é que os blumenauenses não apenas vivam mais tempo, mas também com mais qualidade de vida”, lembrou Napoleão, ao citar programas importantes para as pessoas da terceira idade existentes na Fundação Pró-Família. “É claro que esta longevidade é uma somatória de fatos, desde uma boa alimentação desde sempre, educação para cuidar da saúde, mas também procurar integração e atividades de lazer que a Pró-Família oferece a milhares de idosos”, ressalta.

No quesito longevidade, Brusque, Balneário Camboriú e Rio do Sul apresentam resultado idêntico ao de Blumenau, único município com mais de 300 mil habitantes com tal índice de longevidade. Os outros seis que compõem os dez mais são Rancho Queimado, Rio do Oeste, Joaçaba, Iomerê, Porto União e Nova Trento. No IDH-M geral, Blumenau está em sexto lugar entre os 295 municípios catarinenses e em 25º entre os 5570 municípios brasileiros. “Apesar de uma cidade de porte médio, com desafios próprios desta condição, temos um dos melhores índices de desenvolvimento humano do país”, concluiu Napoleão.

ai/UNO

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo