Notícias Gerais

Fábrica da BMW deve alavancar a atividade portuária em SC

Itajaí – A instalação da primeira fábrica da BMW da América Latina, na cidade catarinense de Araquari, oficializada na manhã desta segunda-feira, 08, deve alavancar a atividade portuária no Estado e em Itajaí. A afirmação é do superintendente do Porto de Itajaí, Antonio Ayres dos Santos Júnior, que destaca a importância do empreendimento para a economia do Estado como um todo e para os portos.

O início das operações ad BMW em Santa Catarina abre para o setor portuário uma grande possibilidade do embarque e desembarque de veículos, com a utilização de navios modelo Ro-Ro, e o Complexo Portuário do Itajaí tem plenas condições de atender a esse nicho de mercado”, disse Ayres, que esteve presente no evento de instalação da montadora.

Segundo Ayres, a localização estratégica do empreendimento será fundamental. “Araquari está a poucos quilômetros de distância dos maiores portos do sul do país – São Francisco do Sul e terminal Itapoá, o Complexo Portuário do Itajaí e o Porto de Paranaguá. Também desfruta de uma série de vantagens de logística em uma região que começa a se destacar pelos investimentos em infraestrutura”, diz o dirigente do Porto de Itajaí.

O empreendimento vai absorver investimentos de aproximadamente 200 milhões de euros na fase inicial de instalação, o equivalente a R$ 518,78 milhões, e gerar cerca de 1,4 mil empregos diretos. O primeiro carro será lançado até fevereiro de 2015 e, no primeiro ano de funcionamento, a previsão é de produção de 32 mil veículos, que abastecerão principalmente o mercado nacional.

Segundo estimativas do Governo do Estado, a empresa deve gerar faturamento anual de R$ 2,5 bilhões no primeiro ano de operação da fábrica. “Trata-se de um grande evento para nosso Estado. Dessa forma, não poderíamos deixar de destacar o empenho do Governo do Estado e, especialmente, do secretário do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Paulo Bornhausen, na consolidação desse importante projeto”, acrescenta Ayres.

João Henrique Baggio
ai/UNO

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo