Notícias Gerais

Exposição homenageia as mulheres

Blumenau – A Fundação Cultural de Blumenau abre no dia 19 de março próximo, a exposição do acervo de obras da artista plástica Elke Hering Bell. São esculturas, gravuras e desenhos que poderão ser vistos até 21 de abril, no Museu de Arte de Blumenau (MAB), na sala que leva o nome da escultora, desenhista e também gravadora.

A mostra se dá em março, por ser o mês que homenageia a Mulher, e Elke representa bem a classe, pois faz parte da história da arte blumenauense. Elke faleceu em 19 de fevereiro de 1994, aos 53 anos, vítima de câncer de mama. O MAB fica na Rua Quinze de Novembro, 161, e a visitação poderá ser feita de segunda a sexta-feira, das 8 às 12 horas e das 13h30min às 17h30min; sábados, domingos e feriados, das 10 às 16 horas.

Elke Hering começou sua carreira em 1957, buscando aperfeiçoamento da arte no exterior. Realizou mostras coletivas e individuais e em 1970 ajudou a fundar a Galeria Açu-Açu. Anos depois criou o Ateliê Elke Hering – tudo sempre com o apoio do marido Lindolf Bell. Em sua evolução artística foi agraciada com inúmeros prêmios, com destaque para a Menção Honrosa da Escola de Belas Artes de Munique, na Alemanha.

Com a denominada universalização das tendências abstratas nas artes plásticas, duas diretrizes se definiram: a de conteúdo emocional, que se limitou ao sensível, e a de conteúdo substrato especulativo, portanto racional, que originou o geometrismo. São duas expressões distintas. A pintora Elke Hering Bell, integrada no abstracionismo, representa pictoricamente a junção dessas duas correntes, tendo a seu favor a preocupação invisível de aliar o sensível à razão. Difícil tarefa, e a preocupação, em verdade, não é consciente.


Marilí Martendal
ai/UNO

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios