Notícias Regionais

Escola de Dança do Teatro Carlos Gomes Pró-Dança abre matrículas

Blumenau – Para quem gosta de dançar e movimentar o corpo vem aí uma ótima oportunidade. A Escola de Dança do Teatro Carlos Gomes reabriu as matrículas. Os cursos são voltados para crianças a partir de quatro anos, jovens e adultos. Se você não sabe qual gênero escolher, pode fazer uma aula experimental gratuita. Atualmente, o Pró-Dança possui os seguintes gêneros: ballet clássico, sapateado, dança contemporânea, dança de rua e dança para a terceira idade. Uma novidade de 2015 é para bailarinos e ex-alunos que gostariam de fazer aulas, mas sem o compromisso da frequência regular em um curso, é um horário com “aulas avulsas”. Ministrado pelo bailarino Stanley Carvalho (Bolshoi), a aula trabalhará ballet clássico intermediário, e o interessado poderá participar quando tiver disponibilidade, adquirindo uma aula ou um pacote de aulas, sem mensalidade fixa e sem a preocupação de acompanhar a evolução técnica de uma turma. “Cada aula tem um objetivo específico e o grupo será eclético, portanto, cada aluno poderá curtir a aula dentro de seu atual condicionamento físico. Essa é uma situação comum em escolas dos grandes centros, mas uma prática inovadora em Blumenau”, comenta a diretora Artística do Pró-Dança, Maria Beatriz Niemeyer. A divisão das turmas e os horários estão disponíveis em www.prodanca.com.

Outro diferencial da escola é a participação regular em festivais de todo o país. Desde os mais antigos até os mais consagrados, como o de Joinville, aos concursos que agora estão se firmando no cenário nacional, como o Desterro e o de Indaiatuba. É uma das três escolas em Santa Catarina credenciadas pela Royal Academy of Dance, de Londres, contando com cinco professoras graduadas pelo método inglês e habilitadas a preparar estudantes de ballet para exames e diplomação, tanto em nível infanto-juvenil quanto profissional.

Mais informações em [email protected] ou (47) 3326-9669. As aulas iniciam no dia 18 de fevereiro.

Fotos: Giovanni Silva – Oficina das palavras
Camila Tibes – Oficina das palavras

ai/UNOPress

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo