Notícias Gerais

Economia de Blumenau volta a crescer

Blumenau – Economia de Blumenau segue aquecida durante 2009. Nos últimos 12 meses, 1.160 novos empreendimentos foram instalados no município

O termômetro da economia de Blumenau termina aquecido o ano de 2009. Nos últimos 12 meses, 1.160 novos empreendimentos foram instalados na cidade, com a geração de mais de 1,5 mil novas vagas de empregos diretos e indiretos em diversos setores. Durante o ano houve movimentação de 2.431 novas emissões de alvarás. Os números foram divulgados nesta terça-feira, dia 29, pela Praça do Cidadão. Ano passado, por exemplo, o movimento para novas emissões de alvarás foi de 2.379.

O setor de prestação de serviço segue em alta. Durante o ano foram feitas 943 emissões de alvarás. O comércio vem a seguir com 727. Na área industrial a Praça do Cidadão registrou 204 emissões. Entretanto, outras áreas apresentam expressivos pedidos, como cabeleireiros, com 96 e novos taxistas, com 79.

Mês de dezembro: Apesar da Praça do Cidadão ter fechado para balanço no dia 18, o mês de dezembro apresentou movimento significativo. O mês fecha com 95 novos empreendimentos para Blumenau. Neste período houve movimentação de 159 novas emissões de alvarás.


O setor de prestação de serviço segue em alta. Em dezembro foram feitas 67 emissões de alvarás. O comércio vem a seguir com 51. Na área industrial a Praça do Cidadão registrou 12 emissões. Entretanto, outras áreas apresentam expressivos pedidos, como cabeleireiros, com três e novos taxistas, com sete.

Alvarás provisórios: Quatro registros fazem parte da emissão de alvarás provisórios, com validade de 180 dias – movimentados em dezembro. Desses, um é do setor do comércio e três industrial. Para receber o alvará definitivo o cidadão deve solicitar na expedição do alvará provisório as demais licenças para abertura da empresa. Os alvarás provisórios passaram a ser emitidos desde 17 de junho de 2007 através da Lei Complementar nº 647.

Fonte: Assessoria de Imprensa


Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios