Notícias Gerais

Cuidado com o preenchimento de cheques

Equívoco no preenchimento do ano nos cheques é uma prática comum, porém que merece atenção.

Videira – No início de cada ano, principalmente no mês de janeiro, algumas pessoas, pela força do hábito, acabam se equivocando na colocação do “ano” de emissão, no campo data do cheque, grafando o ano de 2014 ao invés do ano de 2015. Para amenizar os transtornos de devolução, a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) emitiu um comunicado, em dezembro, para que as instituições bancárias confiram as características do cheque, para evitar devolução por motivo de prescrição. Essa prática ficará em vigor até fevereiro. Para a gerente da agência do Sicoob Videira, Sheila Varela, a orientação permanece “Essa medida traz benefícios, tanto para o depositante, quanto para o emitente, mas para evitar transtornos nos serviços de compensação é interessante que as pessoas fiquem atentas aos detalhes” destaca.

Segundo a federação, durante o mês de janeiro, para os cheques datados com o ano de 2014, os bancos irão adotar procedimentos de verificação para checar se os mesmos não foram emitidos além do prazo permitido em norma para sua compensação – o prazo é de seis meses.

Os principais cuidados de quem vai receber um pagamento em cheque devem ser: conferir se este está todo preenchido, se tem o valor no campo superior direito, se o valor está descrito corretamente por extenso (pois o valor que vale é o que está por extenso), observar se o cheque foi datado corretamente e não aceitar cheques com rasuras. Para quem emite os cuidados são sempre colocá-lo nominal ao favorecido e acompanhar sempre a movimentação bancária.

“Anualmente uma grande quantidade de cheques eram devolvidos, e essa medida vem a diminuir esse montante, porém a orientação sempre é para que o associado tenha atenção e evite transtornos, afinal, a partir de fevereiro esses equívocos não serão relevados” finaliza.

Atente aos cuidados

O cheque é um importante meio de pagamento. Requer cuidados para sua boa conservação, segurança, evitando-se perdas ou extravios, e atenção no uso correto. Por isso, veja abaixo algumas dicas da FEBRABAN para evitar eventuais problemas:

• Emita sempre cheques nominais e cruzados;
• Ao preencher cheques, elimine os espaços vazios, evite rasuras;
• Controle seus depósitos e retiradas no canhoto, inclusive as realizados com cartão;
• Evite circular com talões de cheques. Leve apenas a quantidade de folhas que pretende utilizar no dia;
• Quando receber um novo talão, confira os dados referentes ao nome, número da conta corrente e CPF e a quantidade de cheques do talonário;
• Tome o máximo de cautela na guarda dos talões. Destaque a folha de requisição e guarde em separado;
• Nunca deixe requisições ou cheques assinados no talão;
• Destrua os talões de contas inativas;
• Separe os cheques de qualquer documento pessoal;
• Não utilize caneta hidrográfica ou com tinta que possa ser facilmente apagada. Evite canetas oferecidas por estranhos;
• Não forneça dados pessoais por telefone;
• Nunca utilize maquineta de preenchimento de cheques com fita à base de polietileno, pois os valores preenchidos poderão ser facilmente apagados e modificados.

Josiane Zago
ai/UNO

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo