Luiz Flávio Gomes

Como acabar com os políticos profissionais

por Luiz Flávio Gomes

Um dos principais juristas do Brasil, Luiz Flávio Gomes, lança petição pública, que receberá milhares de assinaturas em todo Brasil, para acabar com a reeleição. Segundo ele, ela é uma das principais responsáveis pela multiplicação da corrupção e nepotismo na política nacional. Presidente do Instituto Avante, Gomes tem números e dados que comprovam o quanto a reeleição é maligna para o país. A petição será entregue no Congresso Nacional.

O jurista Luiz Flávio Gomes, um dos maiores criminalistas do Brasil, acaba de criar o Movimento pelo Fim dos Políticos Profissionais. A iniciativa popular, que via petição pública colherá milhares de assinaturas em todo Brasil, pretende lutar contra homens e mulheres que fazem da política seu único meio de vida.

É comprovado que a eterna reeleição nos cargos eletivos é um multiplicador da corrupção, nepotismo e clientelismo. Fatores que deturpam a política nacional, impedindo o desenvolvimento do país e bem estar de seus cidadãos. O objetivo do movimento é a aprovação de uma emenda constitucional que acabe com a reeleição no Brasil.

“A não reeleição é um freio contundente no atual quadro de degeneração da nossa política nacional, que precisa urgentemente de reforma”, diz Gomes. “Vamos chegar a milhão de assinaturas”, afirma.

A petição pode ser lida na íntegra e assinada por todos no seguinte link:
http://www.unopress.com.br/w/bhDJp

O atual cenário de profunda insatisfação política, que culminou nas Manifestações de Junho/2013, somadas às intenções de votos brancos e nulos na casa dos 15% demonstram que essa mobilização é urgente e necessária.
O atual cenário de profunda insatisfação política, que culminou com as manifestações de junho de 2013, somado às intenções de votos brancos e nulos na casa dos 15% demonstram que essa mobilização é urgente e necessária.

Como acabar com o político profissional?

Todas as assinaturas deverão serão entregues ao Congresso Nacional, para que seja feita uma emenda constitucional. O objetivo é:

1- nenhum político pode ser reeleito para o mesmo cargo eletivo. Se estivesse em vigor atualmente, José Sarney não teria exercido mais de 60 anos de vida pública.

2- nenhum político pode deixar de exercer a sua profissão particular,

3- possibilidade de destituição pelo povo do político incompetente e corrupto, mesmo antes do fim do mandato

Sobre Luiz Flávio Gomes
É presidente do Instituto Avante Brasil, doutor em Direito Penal pela Faculdade de Direito da Universidade Complutense de Madri e professor honorário da Faculdade de Direito da Universidad Católica de Santa María, em Arequipa, no Peru. Membro e consultor da delegação brasileira no décimo período de sessões da Comissão de Prevenção do Crime e Justiça Penal da ONU, realizado em Viena.

ai/UNO

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo