Notícias Gerais

Com apoio do SIS/Sebrae empresária catarinense lança coleção verão

Tubarão – A partir da leitura de Tendências para o verão 2009/2010, com foco na linha praia, a empresária Hercília Maria de Souza Schmitz, proprietária e designer da Ilha Bikini, empresa de Tubarão (SC) especializada em moda praia, sentiu-se mais segura para elaborar a nova coleção de verão da marca.

Segundo levantamento da empresária, 30% das novas peças tem influência do relatório de inteligência que ela recebeu do Sistema de Inteligência Competitiva Setorial (SIS) do Sebrae/SC. “Eu já havia pesquisado muito sobre isso e solicitei o documento ao SIS para saber se estava no caminho certo. A pesquisa foi muito boa e vários pontos do relatório me encorajaram a investir mais na coleção”, afirma Hercília.

A empresária, que é graduada em Tecnologia em Design de Moda pela Unisul, conta que aproveitou principalmente as informações sobre a moda safári, que explora o marrom, o caqui e as estampas de bichos, como onças e cobras. Hercília apostou também no branco e no rosa, nos florais e em novidades como o neon, que estará em alta na época mais quente do ano: “Eu temia o uso do neon, mas o relatório me deu confiança para confeccionar peças com essa tendência. A moda safári também está sendo um sucesso tremendo”.

O relatório expôs também modelos diferenciados para a moda praia, que fortaleceram ainda mais as informações levantadas previamente por Hercília. “Algumas tendências de cortes que eu já planejava seguir, como maiôs de um ombro só, foram aprovadas no documento, assim como os modelos maiores, mais altos e as peças com franzidos e amarrações, conta a empresária.


O relatório entregue sob encomenda a Hercília enfatizou a crescente atenção que é dada à brasilidade, como é chamada a valorização das características brasileiras. Isso porque os modelos e tamanhos de peças usados no Brasil têm ganhado cada vez mais espaço na moda praia mundial.  O tema interessa especialmente a Ilha Bikini, que produz uma coleção nacional e outra voltada à exportação. “Os estampados bem alegres têm a ver com o Brasil. Nosso País dita moda lá fora devido a esse colorido, por ser um país tropical. Isso é um aspecto que atrai muito os consumidores. Por isso, explorei muito o verde, as folhas e os florais”, diz Hercília.

Os biquínis e maiôs da Ilha Bikini já estão à venda nas três lojas da empresa em Santa Catarina, nas cidades de Tubarão, Laguna e Gravatal. Os preços variam de R$ 80 a R$ 90, no varejo, e de R$ 35 a R$ 45, no atacado.

SIS e o setor de vestuário

Responsável pelo relacionamento e articulação entre o SIS e o empresariado do setor de vestuário, Murilo Gelosa, coordenador regional sul do Sebrae/SC, enfatiza que “a informação é imprescindível para o empresário que quer atuar num mercado de alta concorrência”, sobretudo porque, como lembrou o coordenador, é impossível uma empresa trabalhar sozinha neste mercado. “Assim como Hercília, o empresário que se mune de informações fornecidas pelo SIS tem muito mais segurança a respeito do mercado em que atua”, salienta Gelosa.


De acordo com a empresária, a boa aceitação do público à nova coleção da Ilha Bikini reforça a importância do SIS na antecipação de tendências: “Os confeccionistas ainda não participam do SIS como deveriam. Eles precisam conhecer melhor esse projeto, que é fácil de ser usado e está ao nosso alcance, pode fazer parte do nosso dia-a-dia”, enfatiza Hercília, que participa do projeto há mais de um ano.

Secretária da Associação de Confeccionistas de Tubarão (ACT), ela conta que procura incentivar os associados da entidade a usufruírem dos serviços gratuitos de inteligência competitiva do Sebrae/SC. “Temos levantado nas reuniões a importância do SIS para o setor. Em um dos encontros, alertamos os empresários sobre um relatório que abordava o associativismo e sugerimos a eles a leitura do documento”, conta Hercília.  O relatório ao qual ela se refere, Associativismo na concessão de créditos – melhores práticas, casos de sucesso, está disponível para download no portal do SIS: www.sebrae-sc.com.br/sis.

Fonte : Assessoria de Imprensa/SIS/SEBRAE


Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios