Notícias Regionais

Chuva forte atinge escola e ponte em Iomerê

Iomerê – As fortes chuvas que caíram nos últimos dias atingiram o município de Iomerê, provocando prejuízos em algumas estradas do interior, no telhado da escola Frei Evaristo e em uma ponte localizada em Linha Barrichello. Em todas as situações, o município agiu rapidamente, contornando os problemas e trabalha agora no sentido de solucioná-los para que não tornem ocorrer.

Na escola Frei Evaristo, foram verificados problemas de infiltração no telhado, além de acúmulo de água pluvial em parte do pátio. Segundo o prefeito Luciano Paganini, no dia seguinte à verificação do problema, uma equipe da Prefeitura foi até o local e fez um levantamento da situação. Agora, será colocada uma nova tubulação nas imediações, para dar conta do escoamento da água.

No telhado, a situação requer atenção maior e por isso já está sendo gestionada uma solução em conjunto com a Gerência Regional de Educação e Inovação(Gerei). “Já mantivemos contato com a gerente Roberta Martinez, cientificando do problema e fomos informados que a reforma do telhado está sendo orçada para posterior licitação”, enfatizou o prefeito, garantindo que o município vai colaborar com os trabalhos.

NOVA PONTE


Já em Linha Barrichello uma ponte de madeira foi prejudicada pelas torrenciais chuvas e precisou de reparo emergencial para garantir o tráfego no local, mas a Prefeitura vai construir uma ponte de alvenaria em sua substituição.  “Estas pontes de madeira tem durabilidade muito pequena e nossa intenção é refazê-las em alvenaria, na medida em que os problemas forem sendo apontados. De imediato, esta de Linha Barrichello vai receber a melhoria”, garantiu Paganini, enfatizando ainda que, em alvenaria, as pontes terão uma durabilidade infinitamente maior.

No dia seguinte à verificação do problema, o local foi interditado para passagem de veículos e consertado pela equipe de obras do município. “Parte da madeira usada apresentava podridão e, com as chuvas, a situação só se agravou”, explica o secretário de Obras Algemiro Maffioletti. Segundo ele, um conserto emergencial foi feito para liberar o trânsito no local – o que aconteceu poucas horas depois. No total, o município tem 36 pontes e cerca de 90% delas, são de madeira.

ai/UNO


Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios