Notícias Gerais

Cedae diz que fornecimento de água do Rio deve estar normalizado até o fim do dia

Rio de Janeiro – O abastecimento de água do sistema Cedae, empresa estadual que abastece 64 municípios do Rio de Janeiro, deve estar totalmente normalizados até o final do dia de hoje (12). A afirmação foi feita pelo diretor de Produção da Cedae, Jorge Briard.

A produção e distribuição das duas maiores estações de água do estado (Guandu e Imunana-Laranjal) foram prejudicados pelo apagão elétrico da última terça-feira (10). O tratamento em Guandu, que abastece a cidade do Rio e a Baixada Fluminense, ficou parado das 22h de terça até as 4h do dia seguinte e só voltou à sua capacidade total de produção às 10h desta quarta-feira (11).

Já Imunana-Laranjal, que abastece a região do entorno de Niterói, voltou a funcionar à 1h desta quarta-feira, mas só atingiu capacidade plena às 12h do mesmo dia. Como a água precisa ser distribuída através de quilômetros de dutos, a normalização do abastecimento é gradativa e, por isso, ainda há poucas áreas isoladas que estão sem água, segundo Jorge Briard.

“Nós temos um problema de ter passado um tempo significativo sem água. Nós retornamos os sistemas há apenas 24 horas. Então é adequado que todo mundo continue com essa forma mais comedida de utilizar água, para que cheguem amanhã com a tranquilidade de estar com cisternas e caixas d’água cheias”, disse Briad.


Segundo ele, o clima chuvoso no Rio de Janeiro também ajudou a um retorno mais rápido do abastecimento, porque as pessoas tendem a usar menos água com este tipo de tempo.

A Secretaria Municipal de Educação do Rio informou que, na manhã de hoje, mais de 10 mil alunos de 19 escolas e 18 creches não tiveram aula por conta da falta de água.

Vitor Abdala/ABr


Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios