Comportamento

Casal vai para Marte em primeira missão tripulada com partida provável em 2018

O projeto de valor inicial de 1 bilhão de doláres pemitirá que o casal Taber MacCallum e Jane Poynter fiquem 501 dias juntos em condições precárias. O casal terá de revestir as paredes de sua nave espacial com suas próprias fezes para bloquear a radiação espacial. Pesquisadores dizem que um dos maiores riscos para a missão é a radiação dos raios cósmicos, e por isto vêm com uma solução para o problema.

 

"Pode soar um pouco estranho, mas não há lugar para depositar o material, e além do mais serve de blindagem contra a radiação", diz Taber MacCallum.

 


MacCallum e Jane são co-fundadores da Paragon Space Development Corporation, uma empresa especializada em sistemas de suporte para as naves espaciais.

Tabber disse ainda que resíduos sólidos e líquidos, serão reutilizados – depois de terem sido desidratados para remover a água para beber. "Desidratar-los tanto quanto possível, porque é preciso obter a água de volta", disse ele. "Esses produtos de resíduos sólidos depois de desidratados serão colocados dentro de um saco, colocando-os de volta contra a parede."

 

O Turista Espacial Multimilionário Dennis Tito anunciou seu ambicioso e audacioso plano de 1 bilhão de doláres para enviar um casal em seus 50 anos em uma viagem de ida e volta a Marte, em vez apenas cinco anos.


 

https://www.youtube.com/watch?v=V70xVYIpmRE

 

A data provável do lançamento será 05 de janeiro de 2018, Tito é um engenheiro da NASA, que fez sua fortuna através de investimentos e se tornou o primeiro turista espacial privado em 2001, quando pagou os russos USD 20 milhões pela passagem para a Estação Espacial Internacional.


 

Esta data-prazo foi escolhida porque é quando a cada 15 anos Marte fica mais próximo da Terra. "Os planetas se realinham a cada 15 anos, e quem quer esperar até 2031?, disse Tito em conferência de imprensa em Washington DC. Em Julho de 2018 estará há 57 milhões de km da terra.

 

Neste site pode-se observar a aproximação de Marte da Terra :
https://www.windows2universe.org/mars/mars_orbit.html


 

Trajetória da nave:
https://www.youtube.com/watch?v=ksbGcXnuHLU

 


A viagem de ida e volta a Marte será um vôo sem conforto que levaria os astronautas marido-e-mulher bem próximo ao planeta em torno de 160 km, mas também significaria ser enfiado por 16 meses em um espaço apertado. Apesar do fato de que a nave espacial não aterrizará em Marte, mas é um feito enorme, sendo a primeira vez em voos espaciais tripulados q

ue uma empresa privada conseguirá algo que um governo não foi capaz de fazer no espaço.

 

O projeto privado sem fins lucrativos, chamado Inspiração Marte, vai ter dinheiro inicial de investimento dado pelo consultor multimilionário Dennis Tito.


 

A equipe ainda não diz quanto vai custar o vôo no total , mas especialistas que vai custar mais de 1 bilhão de dólares.

 

A NASA não estará envolvido e o projeto vai usar os foguetes Falcon Heavy Rockets ​​atualmente em desenvolvimento pela empresa, Elon Musk X que vai ser capaz de levar aproximademente 3000 kg de carga a um custo de USD 128 milhões.


 

A trajetória prevista é conhecida como um "retorno livre", o que significa que ela vai oscilar em torno de Marte utilizando a gravidade do planeta para voltar – não importa o que aconteça com o casal a bordo.

 

Ao contrário de qualquer missão espacial da NASA tripulada por pessoas, não haverá plano para resgatar os astronautas se algo der errado. A dura realidade é que mesmo Marte estando perto da Terra, ele estará a mais 57 milhões de quilômetros de distância.


 

MacCallum está bem ciente do estresse psicológico de estar em um ambiente tão pequeno com apenas uma outra pessoa. Ele viveu na Biosfera 2, um ambiente fechado em Tucson, Arizona, por dois anos na década de 1990.

 

Grande parte desse tempo foi gasto com a mulher que mais tarde se tornou sua esposa, Jane Poynter.


 

O vôo de 501 dias-seria usado pelos cientistas para tecnologias pioneiras para proteger os seres humanos a partir da radiação maciça que existe no espaço profundo e demonstrar que os seres humanos podem existir em espaços confinados por longos períodos.

 

O mais longo qualquer ser humano permaneceu no espaço até agora é de cerca de 13 meses por um cosmonauta russo.


 

Perigos para o casal:

 

De ida e volta a Marte? Os perigos qualquer casal terá para Admirável em sua viagem


 

– Mesmo com blindagem local contra radiação, a viagem de ida e volta a Marte é suscetível aos níveis de exposição maciça de partículas carregadas.

 

– No espaço profundo, a tripulação de uma viagem de 500 dias estaria exposta a uma dose de radiação total aproximadamente igual a de um astronauta que voou cinco ou seis vezes para a ISS equivalente a mais do que toda sua carreira.


 

– Ausência de peso gravitacional por longo período, incluindo a perda óssea e perda muscular. O casal que voar além de Marte vai superar o recorde do cosmonauta soviético Valery Polyakov de 437 dias em tempo contínuo em ambiente de microgravidade, fixado em 1994-1995 a bordo das estação espacial russa Mir.

 

– Os quartos de dormir vãoi estar protegidos contra o perigo de uma tempestade solar em erupção do sol – estas emissões chegam a níveis insuportáveis.


 

– As tensões mentais sobre a mente humana também são testados na realidade do espaço profundo – ao isolamento extremo data só foi experimentado por equipes de hibernar na Antártica

 

– Não haverá plano de resgate dos astronautas se algo der errado – eles vão estar sozinhos a 57 milhões de quilômetros de distância da Terra


 

– O casal terá que racionar cerca de 3.000 kg de alimentos desidratados que eles têm para reidratar com a mesma água que eles bebiam.

VOR/DailyMail/UNOPress


Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios