Notícias Regionais

Câmara de Navegantes cobra medidas severas contra Coronavírus

Navegantes – O presidente da Câmara Municipal de Navegantes, vereador Paulo Rodrigo Melzi (PSD), visitou neste sábado (21/03) o gabinete do Comitê de Crise de Navegantes para entregar ofício ao secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Johnny Coelho, solicitando a implantação de medidas mais severas para contenção da pandemia de Coronavírus (Covid-19) na cidade.

“Nós precisamos cobrar a adoção de medidas mais drásticas pelo Município, especialmente em relação ao Aeroporto, para que seja contida esta pandemia ou seus efeitos na população sejam minimizados. Além disso, solicitei que sejam divulgados informativos ou relatórios oficiais mais frequentes, com intuito de reduzir a proliferação de notícias falsas, que afligem a comunidade e atrapalham a difusão das informações importantes”, declara o vereador.

Entre as medidas incluídas no documento estão: que o Município cobre da Agência Nacional de Aviação Civil – ANAC a suspensão das atividades no Aeroporto Internacional Ministro Victor Konder ou a adoção de medidas sanitárias para evitar a proliferação do Coronavírus no local;

A instalação de um posto de triagem no Aeroporto com a finalidade de avaliar todos os passageiros, tripulantes e funcionários em trânsito no local; a limitação do tráfego e acesso de veículos e pessoas ao Aeroporto;

A revisão do local escolhido para servir de Centro de Triagem, atualmente o Ginásio Municipal de Esportes Prefeito Domingos Angelino Régis, no Centro; a instalação de um hospital de campanha ou a criação de equipes para visitas residenciais com o fim de não sobrecarregar o Hospital Nossa Senhora dos Navegantes;

A disponibilização de canal de contato e sistema para cadastro para atendimento de famílias em situação de vulnerabilidade social por meio da Secretaria de Assistência Social;

A atenção aos mendigos que vivem nas ruas do município; e, por fim, que taxas, impostos e tributos municipais tenham seus vencimentos postergados e o corte no fornecimento de água seja suspenso temporariamente.

Maurício Daleffe
ai/UNOPress
(47) 99734-6033

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo