Opinião

Cada qual no seu quadrado!

ImageTenho ouvido essa frase por onde viajo. A frase tem haver com cada um por si, os outros que se danem ou como costumo dizer, o grito de guerra dos egocêntricos e dos egoístas. Simplesmente a resposta de quem nao se importa. Isso é o reflexo de uma sociedade cada vez mais despersonalizada, menos humana e mais solidariamente fracassada.

Muitas vezes não podemos ajudar um amigo, ou uma pessoa que gostamos e até mesmo uma pessoa distante com a qual não temos intimidade. Mas daí usar estes termos e o tal "cada qual no seu quadrado". É muita indiferença. O que queremos dizer afinal? O que nosso coração quer expressar? É isso o melhor de nós? No mínimo podiámos pelo menos silenciar ou externar nosso apoio. Mesmo que a agonia do outro tenha sido causada pela sua própria imprudência, apoiar nunca é demais. Principalmente, porque quando somos solidários é a nós mesmos que fazemos o bem maior. E aí, o melhor de nós vem para fora. E em tempos de crise esses sentimentos de indiferença afloram mais ainda. E a gente não pode se deixar contaminar.

Todos nós não somos obrigados a fazer nada além do que sentimos ou podemos. E devemos ser francos com as pessoas acerca das nossas impossibilidades. Ninguém é super herói. Acontece que muitas vezes vivemos uma vida de fachada. E ter de ser expor e muitas vezes admitir que fracassamos no amor, temos dificuldades financeiras, temos sonhos não vividos ainda ou que sentimos solidão tanto quanto o outro, nos custa muito. A melhor maneira de sair-se é dizer : Cada qual no seu quadrado! Mas, isso não é bom. Abrir o coração é melhor.

Mauro Queiroz

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo