Medicina e Saúde

Bebida muito quente aumenta risco de câncer no esôfago

O hábito de consumir chá em altas temperaturas aumenta o risco de câncer de esôfago, doença mais comum entre os homens e cujos principais fatores de risco são o etilismo e o tabagismo.É o que revela uma pesquisa recém-publicada pelo British Medical Journal.

por Dr. Ricardo Teixeira

Os pesquisadores investigaram o padrão de consumo de chá em pacientes com diagnóstico de câncer de esôfago e num grupo de indivíduos sem a doença nessa província do Irã. Comparado ao consumo de chá morno (≤ 65oC), o risco de câncer de esôfago foi duas vezes maior entre aqueles que consumiam chá quente (65-69 oC) e oito vezes mais comum entre aqueles que consumiam chá muito quente (>70 oC).

Da mesma forma, o consumo de chá 2 minutos depois de servido esteve associado a um risco 5 vezes maior de câncer de esôfago do que se este fosse consumido 4 minutos depois de servido. A média de consumo de chá entre os participantes do estudo foi de mais de 1 litro por dia, mas não houve relação entre a quantidade de chá consumido e o risco de câncer.


Esses resultados não devem gerar alarme para aqueles que apreciam as bebidas quentes como o chá e o café. Entretanto, deve-se ter em mente que o consumo dessas bebidas em temperaturas moderadas, além de realçar o sabor, ainda pode reduzir o risco de câncer de esôfago.

Dr. Ricardo Teixeira é Doutor em Neurologia pela Unicamp. Atualmente, dirige o Instituto do Cérebro de Brasília (ICB) e dedica-se ao jornalismo científico. É também titular do Blog “ConsCiência no Dia-a-Dia” e consultor do Grupo Athena.

ai/UNO
Foto: https://www.flickr.com/photos/deborac/


Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios