Notícias Regionais

Aniversário de 135 anos de colonização de Criciúma

Criciúma – Nem o forte calor afastou dezenas de pessoas da oportunidade de materializar o gesto de carinho a Criciúma no dia do aniversário de 135 anos de colonização. A comemoração ocorreu na Praça Nereu Ramos, com a celebração religiosa na Catedral São José seguida do corte de bolo e brinde ao som do Parabéns a Você executado pela Orquestra Sinfônica de Criciúma.

Os atos organizados pela Fundação Cultural de Criciúma (FCC) incluíram ainda a participação de descendentes das 22 primeiras famílias italianas que desembarcaram na cidade em 1880, da Associação Coral de Criciúma, da União das Etnias e o Grupo de Terno de Reis do Balneário Rincão. Autoridades municipais prestigiaram a programação iniciada com um concerto do músico Zedequias Senado no órgão da catedral.

O resgate aos desbravadores responsáveis pela colonização configura um momento muito significativo para a cidade hoje habitada por 205 mil pessoas, enalteceu o prefeito Márcio Búrigo. “Temos muito a celebrar neste dia tão especial. O desenvolvimento da nossa cidade iniciou com a chegada das 22 famílias italianas que cruzaram o oceano em busca de uma vida melhor e ao chegar aqui, tiveram que lutar contra as mais variadas adversidades e trabalhar muito. Os imigrantes plantaram as sementes que nos rendem excelentes frutos”, declarou.

Apesar de ser a maior cidade situada nos aproximadamente 450 km que separam Florianópolis e Porto Alegre, Criciúma se tornou referência regional por características marcantes, segundo o presidente da FCC, Daniel Freitas. “As pessoas que aqui chegam se sentem bem acolhidas, e por esse motivo se instalam na cidade, tornando-a assim sua terra de coração. O empreendedorismo, a qualidade de vida e a grande oferta de trabalho não param de crescer. Comemoramos sobretudo a força do nosso município e o amor que temos por ele. Nascidos aqui ou não”, relatou o presidente.


Milena dos Santos
ai/UNO

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios