Notícias Gerais

Alunos da rede municipal de Criciúma recebem alimentos mais saudáveis

Aproximadamente 150 litros de gordura são retirados diariamente de toda a comida das crianças da rede municipal de ensino de Criciúma, produzida na Central de Alimentos. Todo o óleo retirado dos alimentos é depositado em recipientes que são recolhidos semanalmente por uma empresa. Além disso, por uma determinação do Ministério da Saúde, todos os alimentos recebem menos 30% de sal, o que contribui para manter as crianças saudáveis e mais magras, por reduzir o risco de desenvolvimento de hipertensão arterial e obesidade.

Desde a inauguração da Central de Alimentos, as mais de 70 escolas do município estão recebendo todos os dias um cardápio variado repleto de vitaminas. Para conhecer como é preparada a alimentação pais e professores das escolas da rede de ensino estão almoçando na central. “A visita é realizada para que os pais dos alunos saibam como tudo funciona e, também, para que eles possam provar a comida que chega até seus filhos”, disse a secretária do Sistema de Educação, Roseli de Lucca Pizzolo.

Uma programação foi feita para que todas as escolas conheçam a estrutura. Hoje (7), foi à vez da escola municipal Clotildes Lalau do bairro Renascer. Pais, professores e moradores, acompanhados do prefeito Clésio Salvaro, experimentaram o almoço servido a todos os alunos do município. “Minha filha tem elogiado muito a comida. Nos finais de semana ela chega a pedir para eu fazer as saladas e alimentos que ela comeu na escola”, disse a dona de casa e mãe de uma aluna da escola Clotildes Lalau, Bárbara Bessa.

O diretor, Antonio Sergio Vieira, disse que só está recebendo elogios por parte dos pais e dos próprios alunos. “Acredito que foi um grande passo que a nossa educação concedeu. Temos muitos alunos que às vezes dizem que a comida que estão recebendo é especial de final de semana. A equipe da Central está de parabéns pelo alimento de qualidade que está entregando”, ressaltou Vieira.

“Achei a comida excelente. Meu neto chega em casa e sempre elogia a comida”, disse Rosa de Fátima Alexandre da Silva. “É uma comida muito saudável”, emendou a dona de casa, Eliane Alexandre Ricardo.

A equipe que se empenha neste trabalho é formada por três nutricionistas e 53 funcionários, incluindo as cozinheiras e padeiros. Para que as refeições e lanches sejam entregues no horário, nove caminhões de empresas terceirizadas trabalham na entrega. “Através da Central de alimentos, nossas crianças estão recebendo uma alimentação de qualidade e saudável”, finalizou o prefeito Clésio Salvaro.

ai/24horas

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo