Notícias Gerais

7 pecados capitais que comprometem a comunicação no ambiente de trabalho

Saber ouvir e esperar os momentos certos para se expressar é o que garante uma comunicação eficiente
Para uma empresa bem integrada, é necessário que todos possuam uma comunicação de excelência, com a qual os profissionais se tornam mais adaptáveis e adquirem um clima organizacional mais agradável, o que, de acordo com um estudo sobre performance organizacional, realizado pela Six Seconds – empresa líder mundial em inteligência emocional – representa uma melhora de 57% no desempenho da organização.

Para Paulo Ferretti, gerente de desenvolvimento do Grupo Kronberg – empresa especialista em desenvolvimento de líderes e profissionais da linha de frente, assessment e coaching –, saber ouvir e esperar os momentos certos para se expressar é o que garante uma comunicação eficiente. “É preciso equilíbrio entre quem fala e quem escuta – uma equipe individualista se desmotiva com muito mais facilidade, pois não há entrosamento.”

Ferretti elenca os sete comportamentos negativos da comunicação interpessoal que podem prejudicar a equipe:

1 – Falante. Falar demais e não escutar outras opiniões. A pessoa que pratica dificilmente percebe que está sendo inconveniente.

2 – Competitivo. Compartilhar experiências de forma que pareça que está competindo com o conhecimento do outro. Costuma sempre ter uma história melhor sobre determinado assunto.

3 – Conselheiro. Insistir em dar conselhos aos colegas mesmo que ninguém os tenha solicitado.

4 – Ansioso. Interromper linhas de pensamento alheias, pois se está ansioso demais para aguardar uma oportunidade de falar.

5 – Egoísta. Ouvir todos os pontos de vista e sugestões e não compartilhar a própria que poderia ser útil para o grupo.

6 – Pessimista. Discordar de tudo e todos porque não se acredita na capacidade da empresa.

7 – Gozador. Gerar constrangimento ironizando ou gozando o comentário de alguém. Práticas como essa faz com que as pessoas ao redor fiquem receosas de expor suas opiniões.

Grupo Kronberg
Há 12 anos no mercado brasileiro de capacitação profissional, o Grupo Kronberg já desenvolveu mais de 60 mil pessoas e realizou mais de 26 mil sessões de coaching.
No portfólio de clientes da companhia há grandes empresas, como Toyota, Odebrecht, HDI Seguros, Schahin, Sofitel, Jaguar Land Rover e Windsor Hoteis, entre outras.

ai/UNOPress

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo