Criação de Sites


Moda Feminina

Moda Latine

Um copo de cerveja ou vinho por dia pode causar câncer de pele mortal

por Mauro Queiroz, Jornalista

Moda Latine


Um copo diário de vinho aumentou o risco de melanoma, o câncer de pele mais mortal

Beber apenas um copo de cerveja ou vinho por dia pode causar câncer de pele, é o que os cientistas estão advertindo – e não tam a ver com ficar bebendo em happy hour ou fica na praia exposto ao sol.

Qualquer tipo de bebida aumenta a probabilidade de desenvolver duas formas de cancer segundo descobriu um estudo feito em grande escala. Cada copo diário com 10 gramas de alcool aumentou o risco dos participantes da pesquisa a desenvolver um tipo de câncer em 11%, e outro em sete por cento.

Acredita-se que os produtos químicos usados nas bebidas são os culpados quando a molécula do álcool é quebrada pelo corpo.

O dermatologista Dr Eunyoung Cho, da Brown Universithy, Rhode Island, disse: "Considerando a alta prevalência de câncer de pele e álcool, modificar o comportamento em relação ao álcool pode ser uma intervenção realista que pode ajudar a reduzir substancialmente a carga global de câncer de pele".

Ela acrescentou: "Esta é uma descoberta importante, dado que existem algumas maneiras de prevenir o câncer de pele".

No ano passado, a mesma equipe descobriu que um copo diário de vinho branco aumentou 13% o risco de melanoma, o terceiro e mais mortal tipo de câncer de pele.

O câncer de pele é a forma mais comum de câncer no mundo. Cerca de 3,6 por cento dos casos de câncer em todo o mundo foram atribuídos ao álcool, incluindo os do fígado, pâncreas, intestino e mama. Isso ocorre porque o etanol no álcool pode se metabolizar em acetaldeído, um composto que pode danificar o DNA.

Dr Cho disse: "Em geral, o metabolismo do etanol desempenha um papel importante na carcinogênese do álcool. O etanol é metabolizado pelo álcool desidrogenase para o acetaldeído, um carcinógeno que pode inibir o sistema de reparo do DNA. O metabolismo do etanol também resulta na produção de espécies reativas de oxigênio, que causam danos ao DNA e contribuem para mutações".

No que é conhecido como uma meta-análise, Dr Cho e colegas reuniram dados de 13 estudos anteriores, incluindo um do Reino Unido, que seguiu os participantes por até 30 anos, comparando o consumo de álcool com 95.241 casos de câncer de pele.

O estudo publicado no British Journal of Dermatology definiu que uma bebida padrão com 10g de álcool consiste em um pequeno copo de vinho ou uma meia cerveja.

Carcinomas cutâneos de células escamosas, onde o fator de risco aumenta 11% e os carcinomas basocelulares (até 7%) são tumores que surgem nas camadas externas da pele, mas em diferentes tipos celulares. Ao contrário dos melanomas, eles são normalmente facilmente tratáveis.

Dr Cho disse: "O câncer de pele não melanoma, que inclui principalmente carcinoma basocelular (BCC) e carcinoma cutâneo de células escamosas (cSCC), é responsável pela maioria dos cânceres de pele e também é a doença maligna mais comum nos Estados Unidos.

www.huffingtonpost.co.uk
ai/UNO

Moda Latine
Nível Rio Itajaí
Tempo em SC
Seu Signo