Criação de Sites


Hipocondria tem tratamento?

Quadro em que te sem medo excessivo pode ser mais comum do que se imagina

Videira – “Estou com uma dor imensa, mas o médico disse que eu não tenho doença alguma” Você já deve ter ouvido isso ou até mesmo passado por uma situação semelhante. Essa situação, muitas vezes esconde uma doença silenciosa, porém, muito preocupante que á Hipocondria. Ela é caracterizada por um quadro de medo excessivo e não realista de ter algum sintoma ou condição de saúde que pode ameaçar a vida, mas que não é diagnosticado. O hipocondríaco fica ansioso com a doença, mesmo sem nenhuma evidência médica que justifique a preocupação, ou pior, quando se imagina que qualquer sintoma seja sinal de uma doença terrível, como dor de cabeça significa que a pessoa está com um tumor cerebral.

Embora muito recorrente, essa doença ainda não apresenta uma causa muito evidente, no entanto, acredita-se que o tipo de personalidade e a experiência de vida, questões hereditárias estejam envolvidas no distúrbio. A hipocondria atinge igualmente homens e mulheres e normalmente aparece no início da vida adulta, apesar de poder se desenvolver em qualquer idade.

Algumas situações podem aumentar a chance de uma pessoa desenvolver hipocondria: Histórico de uma doença séria na infância; Ter convivido com familiares ou conhecidos portadores de uma doença séria; Morte de um ente querido;Ter um transtorno de ansiedade; Acreditar que boa saúde significa estar livre de quaisquer sintomas;  Ter familiares próximos hipocondríacos; Ter pais negligentes ou abusivos, entre outros.

Os sintomas da hipocondria são diversos como ter um medo intenso ou ansiedade prolongados de ter uma doença grave; Preocupar-se que os menores sintomas e sensações físicas podem significar uma doença grave;Procurar médicos repetidamente ou fazer exames complexos com frequência, como ressonâncias magnéticas e ecocardiogramas;  Trocar de médico constantemente, sempre buscando uma segunda opinião que indique uma condição grave;  Falar diversas vezes sobre seus sintomas ou das doenças de que suspeita ter;  Checar frequentemente o corpo em busca de problemas; Pensar ter uma doença só de ler ou ouvir sobre ela.

Pessoas com hipocondria também tendem a aumentar sintomas quando realmente estão doentes. Sillvia Goulart da Silveira, psicóloga credenciada Pladisa, reforça que a principal característica está no pensamento obsessivo de que isso, de fato, se trata de uma doença muitíssimo grave e de que sua vida pode estar em risco. “Para buscar o diagnóstico de Hipocondria primeiramente, o médico descartará qualquer doenças orgânica, posteriormente, deverá encaminhar esse paciente para avaliação psicológica. Onde poderemos então, verificar com testes psicológicos a personalidade dessa pessoa e ajuda-la a descobrir as raízes do problema. Assim, através de técnicas psicoterápicas, a paciente encontrará uma forma mais  saudável de se viver” finalizou.

ai/UNO

 

 

Seu Signo
Nível Rio Itajaí
Tempo em SC