Criação de Sites


Moda Feminina

Moda Latine

Inicia avaliação das famílias para liberação do Auxilio Reação

Blumenau - A Semascri inicia no próximo dia 12, segunda-feira, o sistema de avaliação das famílias vítimas das inundações e deslizamentos beneficiadas com o Auxílio Reação, instituído pelo Governo do Estado (Medida Provisória 148).

Moda Latine


O sistema de comprovação da renda das famílias que já constam em cadastro, será feito pela Semascri no Centro  Pró-Adolescente Trabalhador (rua Alberto Stein, s/nº-Bairro da Velha) no horário das 8h às 15h (sem fechar ao meio-dia). A avaliação será feita por uma equipe de assistentes sociais que na primeira semana prevê o atendimento de até 989 famílias de nove regiões de Blumenau.

A ação acontece em parceria com a Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária e Defesa Civil que farão estudos da situação das residências (destruição total ou interditadas). Vale ressaltar que as famílias que estiverem em abrigos temporários só terão direito à ajuda mensal se deixarem os locais e cumprirem as demais exigências da MP.

As famílias devem comparecer munidas dos seguintes documentos conforme residiam no dia da tragédia:

- Protocolo do cadastro único do cidadão atingido
- Carteira de identidade
- CPF
-Comprovante de endereço atual da família (água, luz, telefone, etc)
-Carteira de trabalho de todas as pessoas com idade acima de 16 anos que residiam na casa  
-Comprovante de renda de todas as pessoas que residiam na casa (folha de pagamento atualizada)
-Comprovante de recebimento de benefício (aposentadoria ou pensão, auxílio doença, seguro desemprego, pensão alimentícia própria e dos filhos ou protocolo do processo de pensão alimentícia)
-Declaração de renda do mercado informal: formulário fornecido pela SEMASCRI
-Certidão de nascimento de todos os membros da família ou documento de guarda ou tutela dos filhos e dependentes
-Declaração do INSS de que nenhum membro da família recebe qualquer benefício previdenciário ou dos valores recebidos.

Segundo o secretário de assistência Social, Mário Hildebrandt, após esta etapa de comprovação de renda, o processo segue para a Defesa Civil e Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária que farão estudos da situação das residências (destruição total ou interditadas). A previsão de Hildebrandt é de que leve, em média, 15 dias úteis a liberação da primeira parcela de R$ 415. Estudos preliminares apontam que cerca de 2.500 famílias sejam beneficiadas.

Conquista

Hildebrandt destacou que mais famílias poderão acessar o benefício em Blumenau através da aprovação pela Assembléia Legislativa Estadual de duas emendas a Medida Provisória 148 feitas pelo deputado Jean Kuhlmann a pedido do Executivo Municipal. A primeira emenda mudou a redação do inciso II do artigo 3º, estendendo o benefício para quem teve prejuízo com residência "própria ou não" destruída ou interditada de maneira "definitiva ou temporária". A segunda emenda apresentada pelo parlamentar modificou o inciso III, do mesmo parágrafo, aumentando a parcela de beneficiados ao pedir comprovação de renda familiar de até cinco salários mínimos. Anteriormente o auxílio seria restrito às famílias que ganhavam até três salários mínimos e apenas aos proprietários de residências destruídas ou interditadas definitivamente.

As famílias podem receber até seis mensalidades de R$ 415. O benefício será custeado por meio das doações depositadas nas contas do Fundo Estadual de Defesa Civil (Fundec).

Confira abaixo a 1ª etapa do cronograma de atendimento das famílias por regiões

Dia
Região
12/01/2009
Itoupava Norte
13/01/2009
Ribeirão Fresco e Boa Vista
14/01/2009
Rua Pedro Kraus e transv.
15/01/2009
Vorstadt, Centro, Vila Formosa e Jd Blumenau
16/01/2009
Água Verde

 

Viviane Roussenq
ai/UNO

Moda Latine
Tempo em SC
Nível Rio Itajaí
Seu Signo