Criação de Sites


Moda Feminina

Moda Latine

Fundema flagra pesca predatória e apreende redes na lagoa de Barra Velha

Barra Velha- Operação fiscalizatória da Fundação do Meio Ambiente de Barra Velha (Fundema) apreendeu domingo (dia 6) e ontem (segunda-feira, dia 7 de junho) redes de pesca irregular e notificou pescadores na região da foz do Rio Itapocu (boca da barra), no final da rua Armando Petrelli.

Moda Latine

Segundo Débora Brasiliense Ferreira, diretora técnica da Fundema, a fiscalização coordenada pelo presidente da Fundação, Valcelir Diomar Moraes, o Celino, e pelo fiscal Vilmar Michereff, o “Galo”, tem acontecido com maior freqüência em virtude da safra da tainha.

Na foz, três redes foram apreendidas e oito pescadores alertados para não reincidir na irregularidade. Eles terão de assinar um ajuste de conduta na Fundação para poder reaver o material de pesca. Débora frisa que além do uso de redes de arrasto proibidas, a pesca na foz também é uma infração à legislação, já que a desembocadura do Rio Itapocu não pode ser obstruída.

O único apetrecho permitido para a pesca da tainha é a tarrafa, da malha 10 para cima. “A preocupação dos órgãos ambientais é com a diminuição do volume de pescado na lagoa de Barra Velha e no rio Itapocu, que pode ser facilmente constatada nos últimos anos”, comenta Celino. A pesca predatória prejudica outras espécies, não apenas de peixes, mas também tartarugas marinhas e outros integrantes da fauna litorânea.

A Fundema segue com a fiscalização em dias e horários alternados – a intenção é fazer varreduras de surpresa na região da lagoa na tentativa de flagrar novos casos de pesca predatória.

ai/UNO

Moda Latine
Nível Rio Itajaí
Seu Signo
Tempo em SC