Criação de Sites


Moda Feminina

Moda Latine

Barra Velha se mobiliza contra uso de sacolas plásticas

Barra Velha - Estabelecimentos comerciais se preparam pra distribuir 10 mil bolsas ecologicamente corretas para seus clientes, com apoio da organização civil PreservAção, de São Paulo


No próximo dia 27 de janeiro, quinta-feira, Barra Velha vai participar de uma importante conscientização sobre a ameaça que as sacolas plásticas representam para a natureza. A cidade participará de uma atividade especial da Organização da Sociedade Civil “PreservAção”, que propõe que a comunidade local passe um dia sem o uso de sacolas plásticas.

De acordo com o coordenador da mobilização, o gestor ambiental Geraldo Gonçalves Filho, a PreservAção é uma organização civil que visa promover iniciativas nas esferas social, ambiental e cultural, com o intuito de integrar a sociedade e fomentar o desenvolvimento sustentável.

No dia 27, a organização contará com voluntários e participação de pelo menos 11 estabelecimentos comerciais da cidade, além do apoio da Prefeitura, para distribuir sacolas de pano – ecologicamente corretas – e despertar a consciência da população. Segundo Geraldo, a intenção é distribuir 10 mil bolsas, uma média de 200 por estabelecimento.

A iniciativa já conta com a adesão de comércios como os supermercados Friomar, Izidoro e Linomar, panificadoras Massa Pura e Leia, lojas como a Estrela da Barra ou comércios de frutas como a Companhia das Frutas, além da JM Cópias, Companhia da Saúde e outros comércios. “Somente o comerciante Mario Nicanor Ramos, do mercado Friomar, quer distribuir 500 sacolas retornáveis”, adianta Geraldo.

A PreservAção está captando voluntários para atuar no dia 27, e planeja outra ação no dia 3 de fevereiro, desta vez destinada a Itajuba, Praia do Grant e à cidade vizinha de Balneário Piçarras. Geraldo detalha que as sacolas de plástico atualmente distribuídas nos comércios demoram pelo menos 300 anos para sumir no meio ambiente, e são as grandes vilãs da natureza.

O trabalho da organização junto aos comércios de Barra Velha visa justamente detalhar a Política Nacional de Resíduos Sólidos, com apoio do Ministério do Meio Ambiente. Geraldo prevê inclusive palestras para funcionários do comércio barra-velhense, a fim de prepará-los para as ações do dia 27. 

Ameaça global

Em todo o mundo são produzidos 500 bilhões de unidades de sacolas plásticas a cada ano, o equivalente a 1,4 bilhão por dia ou a um milhão por minuto. No Brasil, um bilhão de sacolas é distribuído nos supermercados mensalmente – o que dá 66 sacolas por brasileiro ao mês. No total, são 210 mil toneladas de plástico filme, a matéria-prima das sacolas, ou 10% de todo o detrito do país. Para Geraldo, este é um volume de lixo fatal ao ser descartado na natureza.

No Brasil, a principal alternativa é justamente o uso das sacolas de plástico oxibiodegradáveis. Elas vêm com um aditivo químico que acelera a decomposição em contato com a terra, a luz ou a água. O prazo de degradação é até 100 vezes menor – ou seja, uma sacola leva apenas três anos para desaparecer. Já os esforços da PreservAção são direcionados para que o público consumidor se acostume a usar as sacolas de pano. 

A PreservAção é uma Organização da Sociedade Civil criada em 1986, em São Sebastião, São Paulo, com reconhecimento do Governo Federal. A entidade atua elaborando e executando projetos, oficinas, palestras, sessões e cinema, apresentações teatrais, musicais e outras iniciativas orientadas pelas práticas e conceitos propostos pela Educação Ambiental, estimulando o comprometimento da sociedade com a conservação do meio ambiente e com a melhoria da qualidade de vida.

ai/UNO

Moda Latine
Seu Signo
Tempo em SC
Nível Rio Itajaí