Criação de Sites


Moda Feminina

Moda Latine

Valorização do pescador e produtor rural

Barra Velha - Após pouco mais de seis meses de administração do prefeito Samir Mattar, a secretaria de Agricultura e Pesca vem contribuindo para que esta seja uma administração diferenciada, procurando cumprir o seu plano de governo. Já conseguimos dar andamento em projetos que devem ser executados na agricultura, como geração de renda familiar e empregos na área rural.

Moda Latine


Já está sendo implantado o projeto “Agropecuária Ecológica”, que foi iniciado com oito produtores, utilizando novas tecnologias. Apesar das tecnologias aplicadas serem novas para os produtores, já estamos encontrando resultados animadores, comprovados pelos mesmos. Com a segurança do não uso de agrotóxicos, as vendas estão aumentando e os consumidores estão satisfeitos por adquirirem alimentos saudáveis.

Com a agroindústria caseira, os produtores estão agregando valor aos seus produtos e comercializando diretamente com os consumidores, através da feira rural que funciona todos os sábados.

As vendas para supermercados e restaurantes já são realidade e vêm crescendo a cada dia. Estamos incentivando os produtores a participar de cursos e palestras para melhorar e aumentar seus conhecimentos técnicos. Temos nos preocupado com a venda destes produtos e por isso instalamos uma feira, para que estes possam ser vendidos. Iniciamos também um projeto de recuperação e melhoramento de pastagens e instalação de uma usina de pasteurização de leite.

Também implantamos o projeto de “Plantas Bioativas, Nutracêuticas e Aaromáticas”. Este projeto poderá ser muito importante, com excelentes resultados financeiros por se tratar de um mercado promissor, com muita procura nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Exterior. Iniciamos o projeto com dois agricultores, com plantio de mudas e participação do curso de panificação nutracêutica.

Estivemos reunidos com os diretores e técnicos do centro de pesquisa da EPAGRI em Itajaí, e quando apresentamos o nosso projeto, este foi bem aceito e colocaram-se à nossa disposição para nos ajudar, dando assistência técnica aos produtores, oferecendo cursos para industrialização das plantas como também as mudas necessárias. 

Estamos projetando a instalação do horto florestal municipal para a produção de mudas de plantas bioativas e sementes de diversas qualidades, adubação verde e cultivos de frutos nativos. Para mostrar a importância de frutas e verduras na alimentação, mudas estão sendo destinadas para hortas escolares e comunitárias.

Outro projeto que está em andamento é a formação de uma associação para o desenvolvimento da apicultura no município. Participamos ativamente da 1ª Feira da Integração Rural nos dias 18 e 19 de julho em Medeiros. Promovemos reuniões com os agricultores e associações para uma integração social e participativa no evento. Contamos com expositores para a apresentação de seus produtos, organizamos a barraca dos produtos agrícolas e conservas, sucos, queijo, manteiga e outros.

Ativamos o serviço de inseminação artificial em vacas e contratamos uma médica veterinária para atendimento médico e apoio técnico aos produtores do município. Participamos de todas as reuniões técnicas na AMVALI, EPAGRI, SDR e outros. Foram atendidos 79 agricultores com a patrulha mecanizada, totalizando 438 horas de retro escavadeira e 30 proprietários com trator, totalizando 235 horas.

Estamos integrados ao projeto Microbacias 2, em Rio do Peixe, fornecendo sacos para mudas de árvores, sementes e verduras, fornecendo apoio e assistência técnica aos agricultores.

Encaminhamos um projeto para secretaria de apoio ao desenvolvimento do setor agropecuário do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, para aquisição de máquinas e equipamentos agrícolas no valor de 463.000 reais, para compra de um trator de pneu traçado, uma retro escavadeira, uma caminhonete cabine dupla para transporte de materiais e pessoal e outros implementos agrícolas.

Projeto para secretaria Especial de Aquicultura e Pesca no valor de 162.000 reais, para realização de cursos de boas práticas de produção e conservação de pescados, destinados às mulheres dos pescadores.

Projeto encaminhado para o Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA), Secretaria de Agricultura (SAF), assessoria de gênero, raça e etnia (AEGRE) no valor de 268.000 reais para a instalação de uma unidade de produção e transformação de alimentos e artesanato para as mulheres agricultoras e pescadoras de Barra Velha. Temos como primeira meta a produção de cuca, bolachas, massas, doces, geléias e produtos nutracêuticos. Como segunda meta temos a produção de leite e derivados, como terceira meta o artesanato e como quarta meta o processamento de frutas e verduras. Este é nosso balanço semestral.


Fonte: Assessoría de Imprensa

Moda Latine
Tempo em SC
Seu Signo
Nível Rio Itajaí