Criação de Sites


Moda Feminina

Moda Latine

Livreto sobre Festa do Divino

Barra Velha - Um diferencial para os devotos da Festa do Divino Espírito Santo está recebendo elogios neste ano de 2009. A cada visita feita pelo “peditório” (cortejo de católicos liderados pelo imperador e pela imperatriz da festa) na casa dos fiéis, eles recebem um pôster do Divino e um livreto de oito páginas produzido pela Fundação de Turismo da Prefeitura de Barra Velha, em parceria com a Irmandade do Divino Espírito Santo. O material, desenvolvido por uma agência de publicidades de Joinville, é inédito e personalizado.

Moda Latine

Na capa, estão as fotos que marcam a trajetória da Igreja Católica no município, com as imagens dos dois primeiros templos que serviram como Igreja Matriz, e do templo atual, cujo pároco é o padre polonês Miroslaw Michalczevski. Há ainda a reprodução de um cortejo do Divino nos anos 80, ainda sob a coordenação do saudoso Frei Libório Schmidt, e período em que os tocadores da festa ainda vinham de Penha.

Na página 2, há um rápido histórico da festa, assinado pelo historiador Juliano Bernardes, e na 3, a listagem dos 91 casais de imperadores desde 1918, quando a família Borba assumiu a celebração. Juliano lembra que a Festa do Divino é um dos maiores patrimônios materiais e imateriais da fé barrevelhense, pois teria mais de 200 anos de existência. No miolo da publicação, está a foto das bandeiras e a programação das visitas feitas pelos imperadores em 2009, além da programação das novenas, que iniciam dia 21, quinta-feira.

Nas últimas páginas está uma série de fotos históricas da festa, com cenas de devoção e do cortejo – chama a atenção o flagrante da imperatriz Maria Machado Borba Coelho, a saudosa dona Ita, eleita imperatriz em 1972 – e os foliões passando pela praia com seus tambores e violino. Há ainda na página 7 uma foto inteira das bandeiras e coroas, e na contracapa, a Irmandade publica a oração do Divino Espírito Santo e o brasão barravelhense.

“Muita gente, temos certeza, irá guardar este livreto como relíquia”, afirma o imperador do ano de 2009, Pedro Jeremias Borba, o Pia. “Até então não tínhamos um documento, um material histórico sobre a festa, e esse livreto é um diferencial para a edição de 2009”, acrescenta. Pia, juntamente com a imperatriz Graça Silveira, completaram 1.300 visitas às casas católicas e até mesmo evangélicas de Barra Velha e São João do Itaperiú, desde o início do roteiro de visitas, no dia 13 de abril, na comunidade de Ribeirão da Lagoa, em São João.

Dom Irineu e oito sacerdotes marcarão presença

As novenas do Divino começam dia 21, quinta-feira, e seguem até dia 29, sempre às 19h30, com presença de oito sacerdotes convidados mais o padre Miro. A cada celebração, um grupo ou segmento da sociedade é convidado para participar. A liturgia e a animação ficam a cargo de diversas comunidades católicas dos bairros, mais grupos como o Coral Luz Divina, o Grupo Emmanuel, o Ministério Herdeiros e o grupo Rosas de Maria, entre outros.

A Festa do Divino 2009 será aberta às 19h do sábado, dia 30, com o Cortejo do Império, que sairá da casa de Célio Borba e será reforçado por show pirotécnico na lagoa de Barra Velha e presença dos devotos, retornando em seguida para a chamada Casa Imperial, numa das salas da Secretaria de Turismo, na Praça da Lagoa. No dia 31, o cortejo novamente sai às 9h30 da Casa Imperial (praça da Lagoa) até a Igreja Matriz, onde acontece Missa Solene e coroação dos imperadores deste ano, na presença do bispo diocesano Dom Irineu Scherer e padre Miro. No final da celebração acontece o sorteio ou anúncio dos novos imperadores.

Novo cortejo acontece dia 1º de junho, segunda-feira, último dia festa, a partir das 9h, saindo da Casa Imperial com o novo casal de imperadores. Após a Missa, acontece a entrega das coroas e bandeiras para os novos imperadores e o cortejo retorna à Casa de Célio Borba, onde as relíquias religiosas ficam até a festa de 2010, seguindo a tradição. Posteriormente os símbolos serão encaminhados para a redoma instalada na Matriz para visitação pública. Essas relíquias religiosas ficam até a festa de 2010, junto aos símbolos das antigas festividades.  

Juvan Neto
ai/UNO

Moda Latine
Nível Rio Itajaí
Seu Signo
Tempo em SC