Criação de Sites


Moda Feminina

Moda Latine

Produtos alimentares suspeitos de surto de botulismo

Barra Velha - A Vigilância Sanitária da Prefeitura de Barra Velha alerta aos donos de mercados e mercearias do município e região sobre dois produtos alimentares catarinenses suspeitos de provocar um surto de botulismo no Estado de Alagoas. Em Barra Velha, os produtos serão retirados das prateleiras dos mercados, segundo informa o diretor João Farlem Cunha.

Moda Latine


O primeiro deles é a sardinha enlatada com molho de tomate picante da marca Gomes da Costa, lote produzido em 6 de novembro do ano passado em Itajaí, pela GDC Alimentos e Fábrica de Conserva de Pescados S/A. O segundo é a mortadela de frango Sadilar, produzida em Concórdia pela Sadia S/A. Ambos os produtos estão sendo investigados por envolvimento no surto de botulismo acontecido em Alagoas.

No caso da sardinha, a validade seria até 6 de novembro de 2012; já a mortadela, até 19 de junho deste ano. João Farlem recebeu comunicado da Secretaria Estadual da Saúde solicitando a retirada dos produtos, conforme solicitado pelo gerente Samir Ferreira e pela diretora de vigilância estadual Raquel Ribeiro Bittencourt. A Vigilância Sanitária de Barra Velha elucida dúvidas de comerciantes ou consumidores através do telefone 3456-2155.

O botulismo é uma doença paralisante rara, porém grave, causada por uma toxina que afeta os nervos produzida pela bactéria Clostridium botulinum. Há três tipos principais de botulismo. Botulismo alimentar é causado pela ingestão de comida que contenha a toxina botulínica.

Já o botulismo de feridas é decorrente de toxina produzida na ferida infectada. É uma doença de baixa ocorrência, mas letal. Ocorre no mundo todo, em geral conservas caseiras são os alimentos envolvidos. Muito raramente ocorre em conservas industrializadas. A doença se caracteriza por paralisia muscular e morte por parada respiratória.

Juvan Neto
ai/UNO

Moda Latine
Nível Rio Itajaí
Tempo em SC
Seu Signo