Criação de Sites


Posto Bancário da Caixa em Abelardo Luz

Abelardo Luz - A partir de julho os moradores de Abelardo Luz contarão com os serviços bancários da Caixa Econômica Federal. O convênio de movimentação financeira foi assinado, na sexta-feira (22), em Chapecó, pelo prefeito Dilmar Fantinelli. O ato contou com a presença do superintendente nacional da Caixa Hermínio Basso e do superintendente regional João Deon Perreira, entre outros dirigentes do banco.

O objetivo da parceria é facilitar o acesso da população aos serviços da Caixa, como aberturas de conta poupança, conta corrente, financiamento da casa própria e outras linhas de crédito. Atualmente a população do município precisa deslocar-se até Xanxerê, distante 45 km, para ter esses e outros serviços já que no município possui apenas agência Lotérica.

Com o convênio a folha de pagamento dos 600 servidores municipais passará a ser paga pelo posto bancário da Caixa, que vai funcionar no subsolo do prédio da Prefeitura Municipal. O local vai ser reformado e seguirá os padrões das agências da Caixa. As obras de reforma do local vão iniciar no início do mês de junho e devem ser concluídas até as festividades de aniversário do município, na segunda quinzena de julho, quando a mini-agência será inaugurada e entrará  em funcionamento.

Inicialmente a unidade contará com um gerente, três funcionários e ficará vinculada a Agência de Xanxerê. A meta é transformá-la em agência definitiva em no máximo dois anos.  "Nós estamos indo para Abelardo Luz não apenas por causa da movimentação financeira, mas também para servir a comunidade. Queremos consolidar a missão da Caixa e ser parceiros do município para que as pessoas tenham condições de melhorar de vida", ressaltou o superintendente regional João Deon Fereira. 

Habitação

O prefeito Dilmar Fantinelli disse que a vinda da Caixa para Abelardo Luz vai facilitar a liberação de recursos e convênios do Governo Federal, especialmente para construção e reforma de moradias previstas no Plano Municipal de Habitação. "Se isso é importante para a Caixa, para Abelardo Luz é melhor ainda. Temos hoje cerca de 17 mil habitantes e uma boa parte vive em baixo de lona ou em condições precárias. Nossa meta era fazer 500 casas em quatro anos, mas estamos com um déficit de aproximadamente 1,5 mil residências. Agora com essa parceria vamos ter condições de fazer muito mais sem perder tempo com deslocamentos", enfatizou.

Márcio Magedanz
ai/UNO

Seu Signo
Nível Rio Itajaí
Tempo em SC