Criação de Sites


Programação Setembro Verde em Joinville

Doação de OrgãosSetembro Verde para conscientizar sobre doação de órgãos

Joinville - Santa Catarina ocupa a liderança em doação de órgãos no Brasil, e o Hospital Municipal São José, de Joinville, está entre os três maiores captadores de órgãos para transplante. Para lembrar a população sobre a importância de um ato que pode salvar outras vidas, a Comissão Intra-hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT) do hospital elaborou uma programação para o “Setembro Verde – Doe órgãos... a vida continua!”, uma campanha da Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO).

A principal atividade será o III Simpósio de Doação e Transplante de Órgãos, no dia 29 de setembro, às 19 horas, no Hotel Le Canard. Comissões de doação de órgãos de toda Santa Catarina se encontrarão para aprimoramento e troca de experiências. Estará presente a equipe da central estadual de doação e transplante de órgãos.

“No mesmo evento, será realizado o curso de comunicação em situações críticas, que prepara os profissionais de saúde para a comunicação do óbito aos familiares”, destaca o enfermeiro coordenador da CIHDOTT do Hospital Municipal São José, Ivonei Bittencourt. Também no dia 29 de setembro, às 14h30, na capela do hospital, será celebrada missa em memória ao doador de órgãos.

Além disso, a CIHDOTT iniciou nesta semana, em instituições de ensino superior de Joinville, capacitações sobre o processo de doação e transplante de órgãos na formação acadêmica. A comissão já passou pelo IFSC e Anhanguera, e na semana que vem estará na UniSociesc e na Univille.

Todo hospital com mais de 80 leitos deve ter, por legislação, uma comissão de doação de órgãos nomeada. A CIHDOTT do Hospital Municipal São José é a mais antiga de Santa Catarina e uma das mais atuantes. É composta por um médico e cinco enfermeiros.

Números de doações

De janeiro a agosto de 2016, foram abertos 34 protocolos para diagnóstico de morte encefálica no Hospital Municipal São José. Destes pacientes, 19 foram doadores de múltiplos órgãos. Houve seis recusas para doação por parte das famílias, outros três tiveram parada cardiorrespiratória durante o protocolo e seis apresentavam contraindicações clínicas, ou seja, doenças que impedem o transplante.

O Hospital Municipal São José é um dos três maiores captadores de órgãos para transplantes. Na liderança está o Hospital Santa Isabel, de Blumenau. Joinville tem se revezado entre a segunda e a terceira colocação com o Hospital Governador Celso Ramos, de Florianópolis. Juntos, os três são responsáveis por 40% das doações de órgãos em Santa Catarina.  

Santa Catarina é líder em doações de órgãos desde 2007. Em 2015, o Estado registrou 30,2 doadores por milhão de habitantes, enquanto a taxa nacional ficou em 17,1%. No primeiro semestre de 2016, a taxa de Santa Catarina alcançou 35 doadores por milhão de habitantes, número bem próximo ao da Espanha, país de excelência em doação de órgãos, com 39,7 doações por milhão de habitantes em 2015.

Conforme dados da Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO), 2.333 pessoas morreram em 2015 à espera de um transplante de órgão no Brasil.Entre elas, estavam 64 crianças.

Programação Setembro Verde em Joinville

29 de setembro

14h30 horas - Missa em memória ao doador de órgãos
Capela do Hospital Municipal São José
Avenida Getúlio Vargas, 238 - Anita Garibaldi

19h - III Simpósio de Doação e Transplante de Órgãos
Hotel Le Canard
Rua XV de Novembro, 2075, bairro Glória

Diego Rosa
ai/UNO

Nível Rio Itajaí
Seu Signo
Tempo em SC